Compesa suspeita de sabotagem e contrata perito para investigar vazamento em Noronha

Publicado em 01/07/2015 às 22:01
Leitura:
A Compesa informou, na noite desta quarta-feira, que o acidente ocorrido no último domingo (28) em um dos tanques de tratamento de esgotos na Ilha de Fernando de Noronha está sendo apurado com rigor e que contratou um perito para analisar a forma como aconteceu o rompimento do tanque fátua o que, segundo a empresa, nunca aconteceu em nenhum sistema da empresa. A companhia diz que rompimento ocorreu em apenas um, dos quatro tanques de tratamento. Além disso, no filtro onde ocorreu o problema faz parte de uma etapa avançada do tratamento onde já havia reduzido substancialmente a carga orgânica dos efluentes, passando o seu potencial de contaminação a ser mínimo. IMG-20150701-WA0003 (2) Segundo a companhia após o ocorrido, em pouco mais de uma hora, o filtro em questão já estava isolado sem trazer maiores transtornos, e o restante do sistema continua funcionando normalmente. A Companhia Pernambucana de Saneamento reafirmou seu compromisso em operar os sistemas de água e de esgotos em Noronha, única ilha brasileira a ter um sistema de dessalinização que abastece a Ilha há muitos anos e um completo sistema de tratamento de esgotos que vem sendo aperfeiçoado a cada ano. A Compesa encerra sua nota repudiado qualquer alegação de descaso e adotaremos todas as providências para uma célere e precisa apuração dos fatos.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias