Coluna JC Negócios

Com 93% de água acumulada, Sobradinho vai encher Itaparica assegurando a produção de mais energia pela Chesf

Sobradinho vai liberar água para o reservatório de Itaparica (ou Luiz Gonzaga), entre a Bahia e Pernambuco, atinja 90% de seu volume útil.

Fernando Castilho
Fernando Castilho
Publicado em 04/06/2020 às 10:50
Notícia
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
O lago de Sobradinho chegou a 93% de sua capacidade de armazenamento de água no ultimo dia 2 de junho. - FOTO: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Leitura:

Por Fernando Castilho da Coluna JC Negócios


O lago de Sobradinho, que é considerado o maior lago artificial do mundo, chegou na última terça feira a uma marca histórica nos últimos 10 anos. Atingiu 93,29% de sua capacidade permitindo que o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) apresentasse a proposta de aumentar a defluência média diária para 1600 m³/s, a partir de hoje, de modo a encher também o reservatório da hidrelétrica de Itaparica (ou Luiz Gonzaga), entre a Bahia e Pernambuco, até que atinja 90% de seu volume útil.

Isso quer dizer que a situação dos nosso principal sistema de armazenamento de energia elétrica formado pelas barragens de Três Marias, Sobradinho e Itaparica possam terminar o chamado período molhado com sua capacidade máxima assegurando ao complexo Chesf poder gerar mais energia de baixo custo comparado as outras fontes igualmente renováveis como solar e eólica.

A decisão de encher Itaparica foi possível porque o período chuvoso entre novembro de 2019 e abril de 2020 registou um acumulado de 1.326 mm – 11% acima da média histórica da região.

O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN) informou sobre a ausência de chuvas na bacia do São Francisco para os próximos sete dias, o que é normal para este período do ano de modo que agora não deve entrar mais água nos reservatórios por força de chuvas.

Na pratica, o que vai acontecer é que operação a defluência da hidrelétrica de Xingó (AL/SE) permanecerá em 1.100 m³/s até que Itaparica chegue a 90% e assim a hidrelétrica de Sobradinho voltará ao patamar de liberação normal de 1.500 m³/seg que assegura os níveis suficientes para a geração de energia e captação para irrigação e abastecimento das cidades ao longo da calha do Rio São Francisco.

Na última terça-feira, Itaparica estava com 59,85% de seu volume útil, enquanto Três Marias e Sobradinho registravam respectivamente 95,22% e 93,29%. Os três formam o Reservatório Equivalente da Bacia do Rio São Francisco, que estava com 91,46% de seu armazenamento.

O rio São Francisco nasce na Serra da Canastra (MG), e chega à sua foz, no Oceano Atlântico, entre Alagoas e Sergipe, percorrendo cerca de 2.800km, passando por Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Alagoas e Sergipe.

O Velho Chico é o rio 100% nacional com maior extensão. A bacia possui 503 municípios e engloba parte do Semiárido, que corresponde a aproximadamente 58% desta região hidrográfica está dividida em quatro unidades: Alto, Médio, Submédio e Baixo São Francisco. A ANA coordena salas de crise em bacias e regiões que atravessam situações de secas ou cheias que colocam em risco os usos múltiplos da água.

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias