Cenário econômico em Pernambuco, no Brasil e no Mundo, por Fernando Castilho

JC Negócios

Por Fernando Castilho
castilho@jc.com.br

Informação e análise econômica, negócios e mercados

Coluna JC Negócios

Brasil perde Benedicto Moreira o homem que durante décadas foi a imagem da exportação do Brasil

Benedicto Barbosa foi também presidente da AEB entre 1998 e 2012 e em em conjunto com Ministério da Agricultura e da Relações Exteriores ele ajudou na conquistas dos primeiros mercados internacionais na Ásia, Oriente Médio e Leste Europeu.

Fernando Castilho
Fernando Castilho
Publicado em 06/08/2021 às 17:45
DIVULGAÇÃO
O economista Benedicto Fonseca Moreira, morreu aos 91 anos no Rio de Janeiro. - FOTO: DIVULGAÇÃO
Leitura:

O Brasil perdeu na tarde desta sexta-feira (6) o economista Benedicto Fonseca Moreira, aos 91 anos, na sua casa, no Rio de Janeiro. Ele foi presidente da Petrobras; diretor da Carteira de Comércio Exterior (Cacex); secretário-geral da Comissão de Comércio Exterior, do Ministério da Indústria e do Comércio; e secretário-geral do Conselho Nacional do Comércio Exterior (Concex).

Por mais de 10 anos ele era a própria imagem do Brasil exportador à frente da Cacex tendo contribuído fortemente para a estruturar p modelo exportador brasileiro. A cerimônia de sepultamento foi no Rio de Janeiro, restrita à família. O economista tinha perdido a esposa no início do ano e não deixa filhos.

Moreira ainda integrou o Conselho Fiscal da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), o Conselho de Política Aduaneira e o Conselho Monetário Nacional, e participou de conselhos de administração de várias empresas, entre as quais a Perdigão S.A. Comércio e Indústria.

O comércio exterior brasileiro perde um dos seus mais importantes ícones, cuja trajetória de vida foi dedicada à defesa de um projeto nacional de comércio exterior desenhado para o desenvolvimento econômico-social e indutor do aumento da produção, da produtividade, da capacitação competitiva e da geração de emprego e renda para o país.

Benedicto Barbosa foi também presidente da AEB entre 1998 e 2012, quando assumiu a Presidência do Conselho de Administração da entidade, promovendo debates com representantes de governo e apresentando propostas para remoção de obstáculos ao crescimento do comércio internacional de bens e serviços.

Ele lançou a debate um desenho de política de comércio exterior para assegurar condições competitivas e aumentar, diversificar, agregar valor e elevar conteúdo tecnológico à pauta de exportações brasileiras.

Um das áreas que Moreira ajudou a estruturar foi a exportação de carnes. Na Cacex em conjunto com Ministério da Agricultura e da Relações Exteriores ele ajudou na conquistas dos primeiros mercados internacionais na Ásia, Oriente Médio e Leste Europeu

Ele também ajuda na ampliação das exportações de milho e soja especialmente para o mercado chinês. 

“A AEB lamenta e se solidariza com seus familiares por esta irreparável perda e ratifica a certeza de que o nome de Benedicto Fonseca Moreira estará assegurado na história de luta para se alcançar um comércio exterior brasileiro sustentável”, afirma o atual presidente da entidade, José Augusto de Castro.

Comentários

Últimas notícias