Cenário econômico em Pernambuco, no Brasil e no Mundo, por Fernando Castilho

JC Negócios

Por Fernando Castilho
[email protected]

Informação e análise econômica, negócios e mercados

Coluna JC Negócios

Produtor de fruta no Vale de São Francisco reclama de corte de energia elétrica e Valexport exige providências

Entidade denuncia corte de incentivos para a tarifa de irrigação noturna que dá descontos de 90% para os produtores rurais que trabalham com alta tensão.

Fernando Castilho
Cadastrado por
Fernando Castilho
Publicado em 31/03/2022 às 19:20
Valexport Petrolina
Empresas se queixam dos cortes de energia e de cancelamento de tarifas reduzidas - FOTO: Valexport Petrolina
Leitura:

Produtores de frutas e agroindústrias a exemplo das vinícolas do Vale do São Francisco estão denunciando a constante falta de energia elétrica e a demora para o restabelecimento do fornecimento em grande parte das propriedades agrícolas dos sertões de Pernambuco e Bahia, estão provocando uma série de prejuízos.

Um documento elaborado pela Valexport - Associacão dos Produtores e Exportadores de Hortigranjeiros e Derivados do Vale do São Francisco revela que problema vem se acentuando desde outubro do ano passado quando as “As concessionárias do grupo Neoenergia (Celpe, em Pernambuco e Neoenergia Coelba na Bahia), cancelaram o fornecimento de dezenas de propriedades.

No documento, o presidente da entidade, José Gualberto de Almeida, lembra que a situação se agravou a partir do corte de incentivos para a tarifa de irrigação noturna, um mecanismo do Governo Federal que dá descontos de 90% para os produtores rurais que trabalham com alta tensão e de 73% para aqueles que realizam os serviços em baixa.

Segundo José Gualberto, os prejuízos ocorrem principalmente com a interrupção dos sistemas de irrigação, câmaras frias, packing houses inteiros parados e os contratempos com a descontinuidade do fornecimento nas residências e escritórios.

Valexport Petrolina
Com o corte de energia empresas perderam frutas com a paralização do resfriamento dos palets das frutas. - Valexport Petrolina

A Valexport vai colocar à disposição dos produtores, a partir desta quinta-feira (31), um serviço de coleta de denúncias através do telefone/whatsapp: (87) 98821-6210 visando tomar providencias conta as duas empresas.

“O serviço vai ouvir as reclamações e cobrar a resolução imediata dos problemas identificados nos municípios pernambucanos de Petrolina, Lagoa Grande, Santa Maria da Boa Vista, Orocó, Cabrobó e Belém do São Francisco, e na Bahia, em Juazeiro, Sobradinho, Curaçá, Casa Nova, Remanso e Sento Sé”, concluiu.

No final da tarde a Neoenergia esclareceu que os produtores rurais que não se recadastraram até o mês de dezembro de 2021, conforme obrigatoriedade da Resolução Normativa 901 da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), perderam o benefício da Tarifa Rural de Energia Elétrica.

Segundo a empresa, os clientes foram previamente comunicados pelas distribuidoras de energia por meio de aviso na fatura de energia elétrica. Os consumidores rurais que não apresentaram os dados completos, entre eles a Outorga d’Água e a Licença Ambiental, podem voltar a receber o benefício caso apresentem toda a documentação exigida pelo órgão legislador.

Contudo, prossegue a nota, o benefício não será aplicado aos meses anteriores. A empresa informa ainda que o descadastramento não tem qualquer relação com a qualidade do serviço, que sofreu impacto das fortes chuvas associadas a ventos de maior intensidade e descargas atmosféricas registradas na região, nos últimos meses.

Comentários

Últimas notícias