Quasimodo, o cachorro corcunda e sua história de superação

Priscila Miranda
Priscila Miranda
Publicado em 19/08/2018 às 10:58
Quasimodo possui rara condição registrada apenas em 15 cães no mundo. Foto: reprodução/Facebook
FOTO: Quasimodo possui rara condição registrada apenas em 15 cães no mundo. Foto: reprodução/Facebook
Leitura:

Quem conhece a história do corcunda de Notre Dame provavelmente vai lembrar do personagem-título ao ver um pastor alemão que mora nos Estados Unidos e que possui uma rara condição. Quasimodo (sim, o mesmo nome do mais famoso corcunda) é um dos 15 cachorros do mundo que a ciência sabe que vive com a síndrome da coluna curta.

O corpo do animal é mais curto que o normal, o que deixa a cabeça de Quasi virtualmente sem um bom suporte. Após ser resgatado das ruas do Kentucky, o cachorro passou por uma série de exames, que apontaram que suas vértebras estavam comprimidas e que também as tinha em menor número que o normal. Essa pressão fazia com que Quasi só conseguisse comer em pequenas quantidades, pois, do contrário, haveria muita pressão sobre seus pulmões e os demais órgãos. 

Leia também: Tartarugas sob risco de extinção encontradas mortas em praia do México

Maré vermelha dizima população aquática na costa oeste da Flórida

Programa na TV JC falou sobre alimentação natural

Adoção

Por causa da aparência de Quasi, a equipe médica que o resgatou tinha receio que ele nunca fosse adotado, mas uma mulher chamada Rachel Mairose decidiu levá-lo para casa e o tornar membro de sua família.

Hoje, ele pode fazer a maioria das coisas que os cachorros costumam fazer, apenas com algumas limitações. Subir em sofás e cadeiras não é um problema para ele. Correr, latir e perseguir coisas são seus passatempos favoritos. A tutora já disse, em entrevistas, que a dificuldade maior do pet é de subir e descer escadas, que ele faz de costas.

A família de Quasimodo mantém uma página para o cachorro no Facebook, onde mostra as aventuras dele.

Confira algumas fotos:

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias