Informações e dicas para cuidados do seu bicho de estimação, seja ele um gato, cachorro, pássaro ou peixe de aquário, além de dicas de alimentação, adestramento, saúde e outros serviços
Meu Pet

Fique por dentro das novidades do mundo pet e confira as melhores dicas para cuidado de gatos, cachorros e outros bichinhos de estimação

AJUDA

Abrigo de Seu Alberto, no Recife, pede doações após gastar R$ 23 mil em tratamento de cães

Gastos contaram com veterinária à domicílio, hemogramas, transfusões de sangue, medicação injetável, consultas, transporte e cirurgias

Katarina Moraes
Cadastrado por
Katarina Moraes
Publicado em 23/07/2021 às 10:32 | Atualizado em 26/07/2021 às 11:50
REPRODUÇÃO/FACEBOOK/ABRIGO DE SEU ALBERTO
Grupo teria assaltado cerca de 25 pessoas que estavam no local, no último sábado (27) - FOTO: REPRODUÇÃO/FACEBOOK/ABRIGO DE SEU ALBERTO
Leitura:

Idas ao veterinário, internações, remédios e exames em mais de 100 cães fizeram com que o conhecido Abrigo de Seu Alberto, no Recife, zerasse as próprias contas bancárias. Após gastar R$ 23.089,71 em um mês com necessidades médicas, segundo notas fiscais, a organização sem fins lucrativos foi às redes sociais pedir ajuda. Até a noite dessa quinta-feira (22), cerca de R$ 10 mil já havia sido arrecadado.

Só os tratamentos de Gabi, Marilyn, Nega, Hannah e Felícia custaram mais de R$ 16 mil à instituição. "Fomos fazer exames de check-up porque percebemos mudança de comportamento e de peso, e descobrimos alguns probleminhas. Como elas já são idosas, têm mais tendências a ter problemas mais sérios", conta Gabriela Pinheiro, funcionária do Abrigo de Seu Alberto.

Os gastos com veterinária à domicílio, que contaram com 40 hemogramas, três transfusões de sangue, medicação injetável e consulta com 27 cães totalizaram em R$ 4,8 mil. Com transporte, R$ 570 foram gastos; e a retirada de um nódulo em Lili, R$ 850. “A gente não consegue mais levar cães para o veterinário se tivermos uma emergência, porque a conta vai estar zerada”, disse Gabriela.

A publicação no Instagram afirma ter detalhado apenas os gastos veterinários, sem contar com outros itens usados no abrigo. "Fazemos o apelo e sempre as pessoas têm colaborado. A gente não dá ração de manutenção, porque não alimenta, e os cachorros ficam com plaquetas baixas. Por isso, estão sempre gordinhos e com pelo bonito. Também damos vitaminas para a imunidade não ficar baixa. Tudo isso traz custo para manter os cachorros em um padrão aceitável para adoção", relatou Alberto Ribeiro Bezerra, conhecido como “Seu Alberto”.

Como ajudar

CONTAS PARA DEPÓSITO:
- Alberto Ribeiro Bezerra
- CPF: 095.999.164-68
- CHAVE PIX: 81982001247

CAIXA ECONÔMICA:
- CHAVE PIX: 81982001247
- Agência: 0867
- Operação: 1288
- Conta Poupança: 866641722-4

APLICATIVO PICPAY (via cartão de crédito):
@abrigodeseualbertoo

Confira entrevista com equipe do Abrigo Seu Alberto

Conhece alguma história curiosa sobre animais de estimação e quer vê-la publicada na Meu Pet? Envie sua sugestão para kgonzaga@jc.com.br

Comentários

Últimas notícias