Informações e dicas para cuidados do seu bicho de estimação, seja ele um gato, cachorro, pássaro ou peixe de aquário, além de dicas de alimentação, adestramento, saúde e outros serviços
Meu Pet

Fique por dentro das novidades do mundo pet e confira as melhores dicas para cuidado de gatos, cachorros e outros bichinhos de estimação

SERPENTES

Cobra virou pet? Saiba mais sobre como criar o animal em casa legalmente

Confira algumas dúvidas frequentes sobre o assunto

Paloma Xavier
Cadastrado por
Paloma Xavier
Publicado em 04/01/2022 às 18:21 | Atualizado em 04/01/2022 às 20:39
PIXABAY
A jiboia-arco-íris é uma das cobras liberadas pelo Ibama para criar legalmente em casa - FOTO: PIXABAY
Leitura:

Enquanto muita gente tem pavor de cobras, outras pessoas gostam tanto do animal que estão criando cobras em casa, como um cão ou gato de estimação. Você sabia que é possível criar cobras legalmente no Brasil? Confira algumas dúvidas frequentes sobre o assunto:

Cobra virou pet?

PEXELS
É possível criar cobras em casa legalmente há mais de 20 anos - PEXELS

Desde 1997 é permitido criar serpentes como animal de estimação no Brasil, desde que sejam oriundas de cativeiros legais no Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais).

“Há muito tempo serpentes são criadas como pet. Em alguns lugares é mais comum do que aqui no Brasil por questões culturais, como nos Estados Unidos e em alguns países da Ásia”, explica o médico veterinário Igor Gouveia.

Como faz para comprar cobra?

Segundo Igor, qualquer pessoa pode comprar uma cobra, basta entrar em contato com um criadouro. Alguns têm perfil em redes sociais e até sites. Foi através de um deles que o médico veterinário comprou sua jiboia Maia.

“O que vai diferenciar esse preço é a raridade da espécie. Espécies comuns são mais baratas. Espécies mais raras e de fora [do país] são mais caras, principalmente as que começaram a ser comercializadas agora. Vai depender também do manejo: se o animal não se reproduz tanto, se vai custar muito para manter no criadouro, ele vai ser mais caro. O preço de uma cobra varia entre R$ 2 mil e R$ 15 mil”, conta Igor.

Quais são as espécies de cobra que dá para comprar e criar em casa?

PIXABAY
É preciso levar em consideração o tamanho que a cobra vai ter na fase adulta - PIXABAY

Existe uma variedade de cobras que podem ser compradas e criadas em casa. É possível encontrar vários tipos em criadouros e escolher a que se adequa melhor ao seu espaço.

“Você que vai escolher. Vai ver o temperamento do animal, quais são as características dele, como, por exemplo, se eles crescem muito ou não. Então, vai se encaixar com o que é melhor para sua realidade”, destaca Igor.

Que tipo de cuidados especiais tem que ter pra criar uma cobra em casa?

PIXABAY
Antes de decidir ter uma cobra em casa, é preciso pensar no espaço disponível para ela - PIXABAY

Antes de adotar ou comprar um pet de qualquer espécie, é preciso que o potencial tutor pense se vai ter condições de criar aquele animal.

No caso das cobras, é preciso ter alguns cuidados especiais como pensar nos outros animais que convivem no mesmo espaço, como cães e gatos.

“Tem que pensar: será que a minha casa comporta esses animais para viverem juntos? Tem que lembrar que são presa e predador. Então tem que ter uma atenção maior, um planejamento muito grande”, pontua Igor.

Segundo o médico veterinário, as cobras podem ser criadas em terrários. O tutor precisa garantir que o terrário tenha as condições de umidade e temperatura adequadas para o tipo de cobra.

Por exemplo, a sand boa - cobra oriunda da África, que vive em solo arenoso, com baixa umidade e altas temperaturas - vai precisar de condições diferentes de uma jiboia-arco-íris - originária da Mata Atlântica, que tem temperatura mais amena e mais umidade.

O controle da temperatura e umidade do terrário pode ser controlado por um termohigrômetro. O tutor vai usar o aparelho para regular as condições do espaço de acordo com a cobra que vai ficar no espaço. É importante garantir uma boa ventilação e uma quantidade de água limpa disponível.

“Em relação à ornamentação, como plantas artificiais e substratos, o mais importante é enriquecer o ambiente. Não tem problema enfeitar o espaço, mas é preciso lembrar de oferecer o enriquecimento ambiental. As pessoas esquecem que as serpentes também precisam se exercitar e fazer atividades diferentes para não se estressar”, diz Igor.

De acordo com o médico veterinário, a cobra pode ficar solta, mas é preciso garantir que ela não fuja: “Eu posso deixar a serpente solta dentro do meu apartamento, contanto que todas portas e janelas fiquem fechadas e eu não tenha, por exemplo, um gato ou cachorro solto em casa, que pode acontecer um acidente. O cão ou o gato machucarem a serpente se ela for menor, ou se for uma serpente maior, como uma jiboia adulta, machucar o outro animal.”

E a alimentação?

PIXABAY
A alimentação das serpentes gira em torno de carne - PIXABAY

A alimentação das cobras é uma questão extremamente importante e deve ser considerada antes de decidir criar o animal em casa. De acordo com Igor, as serpentes têm que comer carne - e não pode ser da mesma carne que os humanos comem.

“A gente tem que dar rato, porquinho-da-índia, coelho ou codorna, o que for mais interessante para o animal. O médico veterinário ou o zootecnista vai indicar o que é melhor considerando as especificidades da cobra”, explica.

O médico veterinário recomenda também que o potencial tutor procure se nas proximidades da sua casa há um fornecedor desse tipo de alimento, como um biotério: “O indicado é dar o animal abatido, para evitar o sofrimento. Em biotérios, você pode pedir ‘eu tenho uma jiboia de x quilos e ela precisa comer um coelho de y quilos’. Eles vão selecionar um coelho com esse peso, abater da forma correta, higienizar, congelar e entregar.”

A dieta da cobra será determinada pelo médico veterinário ou pelo zootecnista de acordo com especificidade da cobra - a espécie, a necessidade metabólica, a fase da vida que ela está e a situação do score corporal. Elas podem, inclusive, ter restrições alimentares.

É preciso levar a cobra para passear?

PIXABAY
Exercício físico é importante para a saúde física e mental das serpentes - PIXABAY

Assim como outros animais, as cobras também precisam se movimentar e fazer exercícios. “É bom estimular que esse animal ande, é importante manejar. Esse manejo constante faz com que o animal fique mais familiarizado, principalmente no início da vida dele.

É interessante levar para passear. Levar para um parque, um campo, se tiver acesso a alguma árvore baixa. Ao fazer atividade física, a serpente vai sair da monotonia e vai diminuir as chances de estresse”, explica Igor.

O exercício físico também tem efeito na saúde física das serpentes.

“Se a cobra estiver bem alimentada, a tendência é que ela queira dormir, se esconder e ficar parada. Então a tendência é que ela fique sedentária e gorda. Isso pode desencadear problemas hepáticos e obesidade, por exemplo”, pontua o médico veterinário.

Comentários

Últimas notícias