Para frear a matança das motos

Roberta Soares
Roberta Soares
Publicado em 19/06/2012 às 16:23
Leitura:
""Mais uma tentativa de frear a matança provocada pelas motos em Pernambuco, que já tiraram a vida de 330 pessoas somente este ano. Está em tramitação na Assembleia Legislativa de Pernambuco o Projeto de Lei Ordinária Nº 929/2012, de autoria do deputado Aluisio Lessa (PSB), que pretende obrigar todas as montadoras e revendedoras de motos, motocicletas, motonetas e cinquentinhas, no Estado de Pernambuco, a oferecerem o curso de formação de condutores em motos aos seus clientes. A ideia é ousada porque transfere para as concessionárias um custo que hoje deve ser bancado pelo futuro condutor de motos, quando vai tirar a habilitação no Detran-PE.  Mas, por isso mesmo, é pouco provável que vingue. O lobby das montadoras e concessionárias não deixará. Elas não vão querer assumir esse custo. Mesmo assim, é uma iniciativa bem intencionada. Afinal,  o Brasil vive hoje uma epidemia de acidentes de motocicleta. Houve uma explosão no número de atendimento por conta disso, os gastos com a internação por acidentes de moto dobraram entre 2007 e 2012. Percentuais relevantes refere-se ao crescimento da frota de motos na Região Metropolitana do Recife (RMR). Hoje, existem mais de 225 mil desses veículos o equivalente a 30% a mais, em relação aos últimos três anos. Isso reflete nos atendimentos hospitalares do Estado. Cerca de 50% das emergências de traumatologia são ocupadas por pacientes que sofreram algum acidente envolvendo motos. Isso também justifica o fato de mais de 400 pessoas terem morrido, no ano passado, em Pernambuco, após serem vítimas de batidas com motocicleta.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias