Futebol total

Carlyle Paes Barreto
Carlyle Paes Barreto
Publicado em 14/06/2012 às 14:10
Leitura:
Mesmo sem o brilhantismo do Barcelona ou de esquadrões como o Brasil de 58, 70 e 82, além da Hungria dos anos 50, a seleção da Alemanha deu, ontem, aula de futebol, na vitória por 2x1 diante da Holanda. Bem semelhante ao que faziam os próprios holandeses, na década de 70. Algo como o futebol total implantado por Rinus Michels.A começar pela marcação. Se não perfeita, sem dar espaços ao bom time laranja. Sempre com oito homens atrás da linha da bola. Muitas vezes com nove. E até com todos os dez jogadores. Tanto que as principais chances de gol do adversário foram em chutes de fora da área, incluindo o único tento holandês.E quando tinham a posse de bola, os alemães saíam em velocidade rumo ao ataque. Com qualidade. Além de três atacantes e um meia ofensivo, permitia avanços de um dos laterais (Lahm) e dos dois volantes. Tanto que um deles, Schweinsteiger, deu as assistências para os dois gols de Mario Gomez. Sem falar que o zagueiro Hummels surpreendeu em duas arrancadas até área rival.Que o futebol jogado pela Alemanha sirva de lição ao Brasil. É verdade que não há grandes craques por lá, mas justamente por isso é importante observá-los. O jogo coletivo é mais importante. E como os alemães jogam juntos desde 2005, estão em vantagem. Já ganharam da própria seleção brasileira, no último amistoso. São os atuais vice-campeões da Eurocopa e chegaram às semifinais das duas últimas Copa do Mundo.Não à toa.E se o Brasil aliar o jogo coletivo com a habilidade de seus atletas, o carrossel será tupiniquim em 2014.Timão, não. Timaço !Basicamente pela sensação Neymar, muita gente está torcendo pelo Santos. Até porque é o time que mais se aproxima do futebol moleque, tanto adorado pelos brasileiros. Mas depois que as irmãs Minerato prometeram novo desfile de lingerie se o Corinthians for campeão da Libertadores, a torcida ficou dividida. Ontem, o Timão deu um passo para isso, ao vencer os santistas.Propaganda...O torcedor de Ipojuca saiu duplamente aborrecido do amistoso de ontem. Primeiro, um carro de som passou a tarde anunciando time titular do Santa, com Tiago Cardoso, Dênis Marques, Renatinho... Depois pela derrota para os reservas tricolores.... enganosaAté porque o Atlético de Ipojuca não jogou mal. Teve até mais chances de gol. Só que encontrou pela frente o goleiro Fred, que mostrou serviço. E que vai brigar pela titularidade enquanto Tiago Cardoso estiver machucado. Isso se a Série C começar.Veteranos no OlindaAlém de Chiquinho (foto), ex-Sport, o Olinda vai disputar a Segunda Divisão Estadual com Roma, Xavier e Alexandre Oliveira, jogadores que passaram pelo Santa Cruz. Há ainda a possibilidade de outro veterano defender o clube: Russo, que a exemplo de Chiquinho, estava afastado do futebol. A equipe é treinada por Nereu Pinheiro.Com a palavra, o leitorSaudades do Santa Cruz em campo"Tomara que comece mesmo no dia 24 (deste mês). Tô louco pra ver o Santinha de volta ao cenário principal do futebol." Samuel Anderson, pelo Facebook.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias