Frio como Londres

Carlyle Paes Barreto
Carlyle Paes Barreto
Publicado em 27/07/2012 às 15:27
Leitura:
Ouro mais esperado pelos brasileiros, o do futebol masculino não é tão certo como muita gente prevê. Ontem, na estreia da seleção nas Olimpíadas de Londres, o Brasil venceu. Mas não convenceu. Mesmo com a fragilidade do Egito.O que seria uma goleada fácil, até pelos 3x0 do primeiro tempo, terminou como uma vitória fria, apertada, por 3x2. Sem nenhuma grande atuação. E recheada de dúvidas.A começar pelo gol. Com a contusão do titular Rafael, sobrou para Neto, que não passa confiança. Assim como o zagueiro Juan, que já havia falhado nos amistosos pré-Olimpíadas.A parte ofensiva também oscilou. Oscar alternou momentos de belo futebol com atuação apagada. Assim como Neymar, que voltou a querer aparecer mais do que todo mundo. Não apenas pelo ridículo topete. Mas por firulas desnecessárias e futebol sem objetividade. Bem diferente do que ele mostrou no Santos, especialmente no ano passado.Talvez o alagoano Hulk tenha sido o melhor em campo. Embora não tenha o perfil de líder, atuou com seriedade. E sem ganância, servindo sempre aos companheiros melhores colocados.Tudo bem que foi estreia, que a competição ainda vai esquentar. Mas é bom se ligar logo. Ontem, mesmo o Japão já surpreendeu a Espanha, e o México ficou no 0x0 com os sul-coreanos. E quase que o Uruguai cai na primeira rodada. Teve que correr muito para virar para cima dos Emirados Árabes.Está certo que a abertura oficial dos Jogos é apenas hoje. Mas as disputas de ontem já valiam pontos. Importantes.De quem é a culpa?Não há como esconder as falhas individuais de Márcio Rosário e Felipe, na derrota para o Coritiba. Mas não foram os únicos a errar. Ronaldo Alves foi mal, assim como Lúcio. Araújo vem caindo e Kieza não ajuda na criação, apesar dos gols. Então declarar que o tropeço foi fruto de erros pontuais, como afirmou Gallo, é esconder boa parte da verdade. E se eximir de culpa.Olho nelesCom a ausência de clássicos no Brasileirão, agora os marginais infiltrados nas torcidas organizadas estão aproveitando os convênios com uniformizadas de fora para brigar durante quase todos os jogos no Recife.ExportandoEx-comandante da Rádio Ilha, onde fez bom trabalho, apesar dos excessos, o radialista Júnior Viana vai implantar projeto semelhante no Frasqueirão. Ele terá a missão de levantar a torcida do ABC, em Natal, nos jogos da Série B.Musa australianaMais que nunca os brasileiros vão estar de olho no salto com vara. Além da possibilidade real de medalha, com Fabiana Murer, a modalidade é recheada de musas. A própria brasileira é uma delas. Mas tem ainda a campeoníssima Yelena Isinbayeva e outra candidata ao pódio, a australiana Melanie Adams. A competição começa dia 4.Com a palavra, o leitorRubro-negro discorda de Marquinhos"Marquinhos PR só fez um jogo bom pelo Sport e agora vem falar de esquema? Tem jogador que não admite que está em fim de carreira!" Rivaldo Neto, após o meia ter dito que esquema de Mancini era só marcação.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias