Planejamento

Publicado em 26/12/2014 às 15:07
Leitura:
Planejamento. Palavra que nunca sai de moda no futebol. Especialmente nesta época do ano, quando os dirigentes costumam se reunir para projetar a temporada seguinte. Difícil é fazer com que os rabiscos nos papéis sobre a mesa tornem-se realidade. Virem ações e passem a ser implementadas do jeito que foram debatidas. E previstas. Só que agora parece que os clubes se tocaram para a necessidade de planejar de verdade. Que nada mais é do que modernizar a administração. Torná-la mais profissional. Este seria o caminho para o equilíbrio da gestão. Mesmo em dificuldade financeira, o Santa Cruz já diagnosticou um dos graves problemas. E promete deixar de lado o coleguismo nas contratações, para chamar executivos. Só assim poderá cobrar resultados. Da mesma forma pensa o Sport. Ao implementar programa de metas, sobe um degrau na estruturação do clube. Mantendo vice-presidentes amadores (não remunerados), mas criando um organograma profissional nos demais cargos. Com executivos e gerentes recebendo salários e definindo objetivos. Até mesmo o Náutico, que não tem fôlego financeiro ainda para contratar profissionais em todas as áreas, pode crescer com um planejamento mais elaborado. Só assim não errará tanto em contratações. Nem gastará tanto dinheiro em vão. Perda irreparável Apesar da confiança da diretoria do Sport, dificilmente o clube vai conseguir manter Patric. Mesmo que seja ressarcido, vai ter uma perda irreparável. O lateral foi o jogador mais regular do Leão em toda a temporada, fundamental nas conquistas do Estadual e do Nordestão, além da reação da equipe na reta final do Brasileirão. Amistoso Parceiro do Sport na busca por um rival para abrir a temporada 2015 em grande estilo, o Esporte Interativo anuncia hoje o adversário internacional do Leão para o amistoso previsto para o dia 25 de janeiro. Provavelmente, um time argentino. Sem bomba Especulados no Santa Cruz, o meia Lúcio Flávio e o atacante Souza não seriam as "bombas" prometidas pelo presidente Alírio Moraes. Pelo menos não jogariam em qualquer clube do País. Nem mesmo em todos da Série B. Jogo no Carnaval? Com o choque de datas em partidas do Náutico marcadas para o dia 11 de fevereiro (Estadual e Nordestão), a FPF já estuda colocar um dos jogos do alvirrubro para o dia 13 ou 14. Que seria a sexta-feira pré-Carnaval ou o próprio Sábado de Zé Pereira. Duas datas terríveis. Para torcedores e para a Polícia Militar. Mesmo sendo no interior. Com a palavra, o leitor Criticando demora nas contratações "Será que este ano os clubes não estão demorando mais para contratar? Acho que nunca chegamos ao Natal com tão poucas contratações." Fernando Antunes cobrando mais celeridade.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias