Sob pressão. De novo

Publicado em 12/02/2015 às 15:02
Leitura:
Na Copa do Nordeste do ano passado, o Sport começou da mesma forma. Derrota em casa e empate fora. Agora, situação semelhante. Apenas um ponto ganho em duas rodadas. E jogando mal. Em 2014, Eduardo Baptista conseguiu mudar o panorama, terminando campeão. E novamente ele terá que fazer o Leão reagir. Outro grande desafio. O insosso empate por 0x0 diante do frágil Coruripe, na Ilha, é indício que o time está com problemas. Apesar das vitórias nos clássicos, pelo Estadual, tem buracos em todos os setores. O principal deles é a falta de um organizador em campo. Faltou isso para romper a retranca do time alagoano, que teve chances de vencer a equipe rubro-negra. Com Magrão evitando vexame maior. Mas os problemas do Leão vão além disso. Passando pela deficiência nas laterais e falta de força ofensiva. Sem falar na ausência de peças de reposição. Ontem, mais uma vez, ficou claro a falta de reservas com poder de mudar jogos. Com Diego Souza apenas assistindo à partida, Samuel e Elber mal, e Régis bem marcado, não tinha quem definisse. As entradas dos garotos Joelinton, James Dean e Mike provaram isso. O Sport, agora, apela para o Sampaio Corrêa perder pontos no tapetão. Assim terá mais chances de classificação. Mas se não mudar o panorama interno, se o técnico Eduardo Baptista não alterar seu esquema, mesmo trocando peças, vai sofrer ainda mais no Nordestão. Criando uma crise que pode resvalar no Pernambucano, onde o time vai muito bem. Pelo menos na classificação. Diego Souza descansado Mesmo precisando de um bom resultado diante do Salgueiro para afastar a pressão da Ilha do Retiro, Eduardo Baptista decidiu levar mesmo os reservas para o jogo de amanhã, no Sertão. Poderia levar alguns titulares, como Diego Souza, por exemplo. Ontem ele andou em campo durante 45 minutos. Estaria descansado para a viagem. Berilo no STJD... Ex-presidente executivo e presidente licenciado do Conselho Deliberativo do Náutico, Berilo Júnior será o primeiro pernambucano procurador do STJD. Mesmo com cargo eletivo no clube, não vê problemas em assumir o desafio, não remunerado. ... e nos Aflitos Berilo, no entanto, não decidiu se vai renovar a sua licença no Conselho do Náutico, que acaba logo após o Carnaval. Diz que vai pensar durante a folia se reassume o posto. A direção executiva torce para que não volte. Evoluindo Apesar de ainda não conseguir se impor em campo, mesmo diante de adversários de menor porte, com foram Salgueiro e, ontem, o Serra Talhada, o Náutico vem evoluindo. Pelo menos individualmente. O argentino Gaston e os garotos Bruno, Jeferson Renan, Diego e Renato foram essenciais na vitória de ontem. Na reabilitação alvirrubra. Com a palavra, o leitor Com saudade de Felipe Azevedo "Felipe Azevedo está fazendo falta. Elber e Samuel não mostraram nada até agora." Mauro Marcial, reclamando dos "reforços" rubro-negros neste início de temporada.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias