Santa x Sport: nada como um clássico

Publicado em 02/06/2016 às 14:53
Santa Cruz e Sport fizeram grandes duelos no Pernambucano 2016
FOTO: Santa Cruz e Sport fizeram grandes duelos no Pernambucano 2016
Leitura:
Gabriel Xavier disputa bola com Arthur, no duelo em que o rubro-negro levou vantagem. Gabriel Xavier disputa bola com Arthur, no duelo em que o rubro-negro levou vantagem. O Sport já sofrera diversas vezes nos Clássicos das Multidões quando entrou em campo como favorito. Especialmente em finais do Estadual. Até quando estava na elite e, o adversário, nas divisões anteriores. Mas nesta quarta deu o troco. Entrou em campo como lanterna, diante de um Santa Cruz brigando pela ponta da tabela. E venceu com autoridade. Mesmo sob desconfiança da torcida, em mau momento e na casa do adversário, o Leão foi melhor do começo ao fim. Conseguiu a primeira vitória no Brasileiro e deixou a vexatória lanterna. Numa noite em que Diego Souza resolveu aparecer. Foi dele o passe para o gol de Edmílson. Além de ter dado várias outras assistências. Em partida com o sistema defensivo rubro-negro funcionando. E com um mínimo de criação. Algo que andava em falta. Tudo isso ajudado pela apatia do Santa. Que nem parecia estar num momento de êxtase. Jogou recuado. Acuado a maior parte. Sem criatividade. Nem de longe espelho do time invicto há 18 jogos, que tinha o artilheiro da competição. Foram apenas quatro chutes em gol em toda partida. Três deles fora da área. Sem poder de penetração. Contra o triplo do Sport. Que ainda abusou de perder gols. Com direito a duas bolas na trave. Mas o golzinho que fez já foi comemorado como goleada.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias