Planeta Bola

Pior jogo do Náutico desde a estreia expõe falta de qualidade

Timbu teve problemas na saída de bola desde o início, na derrota para o CVCuiabá, na Arena Pantanal

Carlyle Paes Barreto
Carlyle Paes Barreto
Publicado em 30/09/2020 às 0:30
Notícia

THIAGO CARVALHO/CUIABÁ
Cuiabá e Náutico se enfrentaram pela 12ª rodada da Série B - FOTO: THIAGO CARVALHO/CUIABÁ
Leitura:

Por Carlyle Paes Barreto, da Coluna Planeta Bola

Ainda sem conseguir vitórias sobre adversários do pelotão de frente da Série B, o Náutico fez diante do Cuiabá seu pior jogo desde a estreia diante do Avaí. E não foi somente pela qualidade do líder que perdeu o jogo que terminou nesta madrugada, na Arena Pantanal.

O time que menos perdeu no futebol brasileiro na temporada (apenas uma vez) nem precisou criar muito. O Náutico o ajudou. Falhando sistematicamente na saída de bola. E proporcionando chances de gol aos donos da casa. Várias delas.

Desde os 20 minutos do primeiro tempo, o Náutico não conseguia sair de seu campo defensivo com qualidade. Pressionado, tocava bola para trás ou tentava jogadas individuais. Permitindo a retomada do adversário, que ficava sempre mais perto da área alvirrubra.

Foi assim que o Cuiabá marcou primeiro, quando o time pernambucano saiu de forma equivocada e Lombardi cedeu o escanteio que originou o gol da vitória. Mas houve outras chances. Entre as 14 finalizações dos donos da casa. Contra quatro sem perigo do Náutico.

Mostrando que Jean Carlos fez falta. Mas com a certeza que a má qualidade de quase todo time timbu foi ainda mais imperativa numa derrota simples. E que poderia ser mais elástica.

Mais textos da Coluna Planeta Bola no www.jc.com.br/planeta-bola

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias