Planeta Bola

A paixão cega do torcedor profissional

Raiva, ameaças, xingamentos e agressões fazem parte do comportamento de uma camada de torcida que vem aumentando no futebol

Carlyle Paes Barreto
Carlyle Paes Barreto
Publicado em 11/12/2020 às 17:46
Notícia
ALEXANDRE GONDIM
A violência das torcidas organizadas marcou o dia de clássico das Multidões entre Sport x Santa Cruz realizado na Ilha do Retiro em Recife, Pernambuco, valido pela Copa do Nordeste de futebol na Ilha do Retiro. Briga entre a torcida organizada do Sport, Jovem e a do Santa Cruz, conhecida como Inferno Coral na Avenida Agamenon Magalhães em Recife, Pernambuco. Violência. - FOTO: ALEXANDRE GONDIM
Leitura:

Por Carlyle Paes Barreto, da Coluna Planeta Bola

Já faz tanto tempo quando o torcedor assistia aos jogos sentados, aplaudindo seus times. As vezes soltando graças aos rivais, com educação, com moderação. Indo aos estádios como se fosse a um baile.

Com o passar dos anos, o paletó, a gravata e a bengala foram dando lugar aos uniformes. Os assentos viraram arma, as gozações se transformaram em agressões. E os torcedores se dividiram em grupos.

Há ainda quem vá aos estádios para assistir espetáculo (mesmo que raramente eles aconteçam). Outros vão torcer com fervor, paixão. Taiva, até. Aqueles que passam a semana esperando o dia da partida. Homens, mulheres, crianças. Todas as idades. E há quem desvirtuou o processo. Cobrando de forma agressiva quem veste suas própria cores.

Em tempos de redes sociais, xingamentos a quem deveria ouvir incentivo. Ódio que não combina com amor. Agressões reais também. Daquele cara que se acha dono do pavilhão. O que vai a aeroporto, aos portões dos centro de treinamentos para gritar, ameaçar. Geralmente cercado por comparsas. O torcedor profissional.

Numa regressão de comportamento, voltando à barbárie, o futebol evolui dentro e fora de campo, mas tendo que conviver com paixões nonsense.

Talvez por isso ele seja difícil de se explicar, de se entender. E tão bom de acompanhar. De torcer.

Mais textos da Coluna Planeta Bola no www.jc.com.br/planeta-bola

 

Comentários

Últimas notícias