Polícia já tem identificação de suspeitos de explosão a bancos em Porto de Galinhas

Publicado em 05/02/2017 às 17:48
Na investida, suspeitos explodiram dois bancos em Porto de Galinhas. Foto: Clarissa Siqueira/Rádio Jornal
FOTO: Na investida, suspeitos explodiram dois bancos em Porto de Galinhas. Foto: Clarissa Siqueira/Rádio Jornal
Leitura:
Na investida, suspeitos explodiram dois bancos em Porto de Galinhas. Foto: Clarissa Siqueira/Rádio Jornal Na investida, suspeitos explodiram dois bancos em Porto de Galinhas. Foto: Clarissa Siqueira/Rádio Jornal O trabalho conjunto das polícias Civil e Federal para investigar a quadrilha especializada em explosão de bancos que atuou na praia de Porto de Galinhas, no Litoral Sul do Estado, já identificou alguns suspeitos. As imagens das câmeras de segurança, que começaram a ser analisadas na sexta-feira (03), mesmo dia em que foi registrado o ataque no centro turístico, contribuíram para essa identificação. A polícia agora está confrontando as imagens com outras captadas em ações semelhantes em municípios do Interior do Estado para confirmar se os suspeitos são os mesmos e em que outros lugares eles agiram. Impressões digitais coletadas nas duas agências bancárias que foram alvo dos criminosos também passarão por confronto parecido. Por enquanto, a identificação dos suspeitos e outros detalhes do caso não serão revelados para não atrapalhar as investigações. Pelo menos 15 homens fortemente armados participaram da ação, que durou cerca de 40 minutos, em Porto de Galinhas. Essa foi a terceira ação em bancos de Pernambuco em apenas quatro dias. Força-tarefa para diminuir assaltos a ônibus Começam a atuar nesta segunda-feira (06) as dez equipes de polícia designadas para investigar os casos de assaltos a ônibus na Região Metropolitana do Recife. O reforço foi determinado na sexta-feira passada pela chefia da Polícia Civil de Pernambuco, após o Sindicato dos Rodoviários ameaçar paralisar as atividades durante o Carnaval por conta do aumento da violência. Conforme o Ronda JC antecipou, cada equipe será formada por um delegado e três agentes e será dividida por área de atuação (veja aqui). O Centro Integrado de Inteligência da Secretaria de Defesa Social (SDS) também vai auxiliar nas investigações. Segundo estatísticas do Sindicato dos Rodoviários de Pernambuco, quase 2 mil roubos a ônibus foram registrados em 2016. Isso significa uma média de 11 investidas por dia. Leia Mais Universitária desenvolve ações criativas para combater violência no Recife  

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias