Dez cidades concentram mais da metade dos estupros em Pernambuco

Raphael Guerra
Raphael Guerra
Publicado em 16/01/2018 às 11:26
Mais de 2,1 mil estupros foram registrados em Pernambuco em 2017, segundo a SDS. Foto: JC Imagem
FOTO: Mais de 2,1 mil estupros foram registrados em Pernambuco em 2017, segundo a SDS. Foto: JC Imagem
Leitura:
[caption id="attachment_3927" align="alignnone" width="748"]"" Mais de 2,1 mil estupros foram registrados em Pernambuco em 2017, segundo a SDS. Foto: JC Imagem[/caption]Levantamento da Secretaria de Defesa Social (SDS) aponta que mais da metade dos estupros em Pernambuco estão concentrados em dez municípios. Em 2017, oficialmente, 2.134 abusos sexuais foram registrados. A maioria aconteceu no Recife, onde 396 pessoas - de ambos os sexos - foram vítimas desse tipo de violência.Do total de estupros, 52,3% aconteceram na capital e em mais nove cidades: Jaboatão dos Guararapes (141), Olinda (136), Paulista (109), Caruaru (82), Cabo de Santo Agostinho (72), Petrolina (65), Ipojuca (38), Igarassu (37), Petrolina (65) e Garanhuns (40). Juntos, os municípios somam 1.116 registros de abusos sexuais.Ao longo de 2017, houve 2.134 vítimas, 8,7% a menos que em 2016 (2.311). Em nota à imprensa, a SDS afirmou que "o número de ocorrências de estupros em dezembro de 2017 foi o segundo menor do ano, com 148 casos registrados nas delegacias do Estado. Em julho, haviam sido 142, o menor quantitativo dos últimos 5 anos".Na contramão dos estupros, os crimes de violência doméstica e familiar contra a mulher subiram. Houve 4,3% mais registros em 2017 (33.188) do que em 2016 (31.466).No Grande Recife, apenas uma Delegacia da Mulher é 24 horas. Mas cadê o delegado?Delegacias da Mulher fechadas nos horários em que elas mais precisamA cada hora, 4 denúncias de agressão contra a mulher são registradas em PernambucoHOMICÍDIOSNos três primeiros anos da gestão do governador Paulo Câmara (2015 a 2017), Pernambuco registrou, oficialmente, 13.795 homicídios. Se comparado com o mesmo período do segundo mandato do ex-governador Eduardo Campos (2011 a 2013), quando 9.928 mortes foram contabilizadas, houve aumento de 39% nos assassinatos. A escalada da violência foi confirmada nessa segunda-feira pela Secretaria de Defesa Social (SDS). O ano de 2017 fechou como o mais violento da história. No total, 5.427 homicídios foram registrados em Pernambuco. Destes, 3.062 foram em cidades do Interior, 1.574 na Região Metropolitana e 791 no Recife. Apesar do recorde negativo histórico, a SDS fez um comparativo entre o primeiro e o segundo semestre do ano passado para apontar redução nas mortes.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias