COLUNA JC SAÚDE E BEM-ESTAR

Coronavírus: Pernambuco anuncia 1º caso de cura em mulher que foi infectada e envia à Alepe decreto de calamidade pública

Anúncio foi feito, nesta sexta-feira (20), pelo Secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo

Cinthya Leite
Cinthya Leite
Publicado em 20/03/2020 às 17:39
Notícia
HÉLIA SCHEPPA/SEI
Secretário Estadual de Saúde, André Longo (ao centro), apresentou atualização de casos do novo coronavírus, em Pernambuco, nesta sexta-feira (20/3) - FOTO: HÉLIA SCHEPPA/SEI
Leitura:

Sobe para 31 o número de casos confirmados do novo coronavírus em Pernambuco, segundo o novo balanço divulgado, nesta sexta-feira (20), pela Secretaria Estadual de Saúde (SES). Durante coletiva de imprensa, o secretário André Longo anunciou o primeiro caso, em Pernambuco, de cura em mulher que foi infectada pelo novo coronavírus. O governo estadual também envio para a Assembleia Legislativa do Estado (Alepe) o decreto de calamidade pública. No Brasil, são 904 casos e 11 mortos. 

Ao anunciar o caso durante a coletiva de imprensa, o secretário usou o termo cura clínica. Logo em seguida, em entrevista à titular desta coluna, o médico infectologista Demetrius Montenegro, chefe do setor de Infectologia do Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), explicou que cura clínica e cura têm o mesmo significado. "A paciente ficou curada. Como se trata de uma doença viral, passou o ciclo do vírus. Ela ficou curada das complicações, foi tratada da pneumonia, sem precisar de medicação específica. A paciente não tem mais sintomas da doença", explicou Demetrius. Ele acrescentou que a paciente chegou a ser internada em unidade de terapia intensiva (UTI), mas não se encontrava em gravidade. 

O caso de cura é de uma mulher de 66 anos, que foi infectada pelo novo coronavírus na Europa e está em condições de alta. A paciente, que, ao lado do marido, foi a primeira diagnosticada com a covid-19 em Pernambuco, teve cura constatada nesta sexta-feira (20). Ela estava internada no Real Hospital Português (RHP). 

Segundo Demetrius Montenegro, depois de 14 dias, "a pessoa não transmite mais a doença, não tem viremia, sai da quarentena, do isolamento". O infectologista acrescenta que a paciente curada não precisou passar por exames laboratoriais para pesquisar a presença do vírus ao final do tratamento. "Isso não faz parte do protocolo da Organização Mundial de Saúde", acrescentou. 

Outros nove pacientes permanecem internados, todos estáveis.

CONFIRA AS ÚLTIMAS MEDIDAS DO ESTADO NO COMBATE À DOENÇA:

Leia também:

Bolsonaro diz que poderá passar por novo teste de coronavírus por suspeitar ter sido infectado

O marido dela, de 71 anos, e outros oito pacientes infectados pelo covid-19, permanecem internados, todos estáveis. Os demais casos confirmados estão em isolamento domiciliar. Nas últimas 24 horas, o número de casos confirmados da Covid-19 em Pernambuco subiu de 28 para 31. Dois deles são residentes no Recife e um em Jaboatão dos Guararapes.

MEDIDAS RESTRITIVAS

Com o objetivo de reduzir ao máximo o avanço do novo coronavírus, o governador Paulo Câmara anunciou, na manhã desta sexta-feira (20), novas medidas restritivas. Por meio de decreto, o Governo determina, a partir do próximo domingo (22), o fechamento do comércio e dos serviços em todo o Estado, além da paralisação das obras da construção civil. O transporte intermunicipal também será proibido, mas nesse caso, só a partir da próxima segunda-feira (23). 

O governador ressaltou ainda que não estão incluídos na lista do novo decreto serviços relacionados à alimentação, como supermercados, padarias, mercadinhos, casas de ração animal, farmácias e depósitos de água mineral e gás, além de obras de serviços essenciais (como hospitais e abastecimento de água, gás, energia e internet). Obras contratadas pelo serviço público de todos os entes federativos também estão mantidas. 

O governador também encaminhou, nesta sexta-feira (20), à Assembleia Legislativa de Pernambuco, três expedientes: o primeiro institui o fundo estadual para recebimento de doações para enfrentar a epidemia de coronavírus; outro informa a adoção de rito sumário para aquisição de equipamentos, insumos, prestação de serviços e contratação de profissionais de saúde; e, por fim, a decretação de estado de calamidade pública no Estado.

Sobre as requisições administrativas de imóveis e produtos, o Governo do Estado esclarece que todas as ações estão sendo acompanhadas pela Secretaria da Fazenda, e que os pagamentos referentes a essas requisições serão prioridade.

Outro ponto importante é que, neste mês de março, Pernambuco está pagando o segundo grupo do 13º do Bolsa Família. Serão 395.930 famílias que receberão até R$ 150 a mais em suas contas. Em fevereiro, o primeiro grupo de 381.789 beneficiados já recebeu a parcela extra. Em abril, o terceiro grupo, com 380 mil pessoas, será beneficiado. 

Passo a passo de como lavar as mãos de forma adequada:

17/3/2020- Saiba como limpar o seu celular:

20/3/2020- Covid-19 deixa 10 mil mortos no mundo:

Comentários

Últimas notícias