COLUNA JC SAÚDE E BEM-ESTAR

Com fila de espera para UTI, Pernambuco registra recorde diário de mortes por coronavírus

Até agora, o Estado tem 11.587 casos confirmados de covid-19 e 927 pessoas que morreram em decorrência de complicações causadas pela infecção

Bruna Oliveira Cinthya Leite
Bruna Oliveira
Cinthya Leite
Publicado em 08/05/2020 às 12:25
Imagem ilustrativa: Arek Socha/pIXABAY
Pernambuco já conta com mais de 30 mil casos de coronavírus - FOTO: Imagem ilustrativa: Arek Socha/pIXABAY
Leitura:

Pernambuco confirmou, nesta sexta-feira (8), 763 novos casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. A informação foi divulgada pela Secretaria de Saúde do Estado (SES). Agora, o número total de pessoas com covid-19 é 11.587. Além disso, também foram confirmadas 82 novas mortes, o que eleva o total de óbitos para 927.

Essa expansão da covid-19 no Estado faz a assistência hospitalar em Pernambuco continuar em situação crítica, com uma capacidade instalada já trabalhando no limite. Das 467 vagas de unidade de terapia intensiva (UTI) da rede pública estadual, 98% estão ocupadas. Os leitos de enfermaria também permanecem em zona de criticidade, com taxa de ocupação de 87%. “A taxa de avanço do vírus tem se ampliado de forma significativa e gerado um impacto crescente nos sistemas público e privado de saúde. Atualmente, mais de 200 pacientes estão nas unidades de pronto atendimento (UPAs) estaduais sendo assistidos com suporte de oxigênio e/ou ventilação mecânica, mas aguardando uma vaga de UTI”, frisou André Longo.

Dos 763 novos casos, 297 se enquadram como síndrome respiratória aguda grave (srag), condição caracterizada por quadros mais severos da doença, que exigem internamento. Outros 466 casos são leves. Já com relação ao número total de casos, 6.599 são graves; 4.988, leves.

Os detalhes epidemiológicos, como datas em que as mortes aconteceram e idades das vítimas, serão repassados pela SES ao longo dia.

Isolamento social 

“Acreditamos muito no isolamento social, que é a única medida capaz de salvar vidas no momento e evitar o sofrimento das famílias, além do trabalho de expansão da capacidade instalada, que temos feito todos os dias”, disse, em coletiva de imprensa, nesta semana, o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo. Para ele, a redução do contato físico é questão de primeira ordem quando se fala em prolongar a chegada ao pico epidêmico. “Manter o isolamento é imprescindível para evitar o adoecimento e o contato com pessoas que possam estar contaminadas. A medida vale para cidadãos de qualquer faixa etária. Vale destacar que a recomendação é fundamental para pacientes com idade superior a 60 anos, já que constituem o grupo mais vulnerável”, frisou Longo. 

Assine a nova newsletter do JC e fique bem informado sobre o coronavírus

Todos os dias, de domingo a domingo, sempre às 20h, o Jornal do Commercio divulga uma nova newsletter diretamente para o seu e-mail sobre os assuntos mais atualizados do coronavírus em Pernambuco, no Brasil e no mundo. E como faço para receber? É simples. Os interessados podem assinar esta e outras newsletters através do link jc.com.br/newsletter ou no box localizado no final das matérias.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

    Assine a nova newsletter do JC e fique bem informado sobre o coronavírus

    Todos os dias, de domingo a domingo, sempre às 20h, o Jornal do Commercio divulga uma nova newsletter diretamente para o seu e-mail sobre os assuntos mais atualizados do coronavírus em Pernambuco, no Brasil e no mundo. E como faço para receber? É simples. Os interessados podem assinar esta e outras newsletters através do link jc.com.br/newsletter ou no box localizado no final das matérias.

    O que é coronavírus?

    Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

    A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

    Como prevenir o coronavírus?

    O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

    • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
    • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
    • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
    • Ficar em casa quando estiver doente.
    • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
    • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
    • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

    Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

    Confira o passo a passo de como lavar as mãos de forma adequada

     

    >

Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Confira o passo a passo de como lavar as mãos de forma adequada

 

Comentários

Últimas notícias