pandemia

Pernambuco confirma 493 novos casos de coronavírus e 40 mortes em 24 horas; total de infectados sobe para 13.768

Dos 493 novos casos, 212 se enquadram como síndrome respiratória aguda grave (srag)

Bruna Oliveira
Bruna Oliveira
Publicado em 11/05/2020 às 12:24
Notícia
PIXABAY
Informação foi confirmada pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) - FOTO: PIXABAY
Leitura:

Atualizada às 19h22

O número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus em Pernambuco subiu para 13.768. De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado (SES-PE) nesta segunda-feira (11), nas últimas 24 horas, foram registrados 493 novos casos de covid-19 e 40 novas mortes confirmadas laboratorialmente (sendo 23 homens e 17 mulheres). No total, Pernambuco agora conta com 1.087 óbitos em decorrência da doença.

>> Saiba tudo sobre o novo coronavírus

Dos 493 novos casos, 212 se enquadram como síndrome respiratória aguda grave (srag), condição caracterizada por quadros mais severos da doença, que exigem internamento. Outros 281 casos são leves. Já com relação ao número total de casos, 7.368 são graves; 6.400, leves.

Ainda, de acordo com o boletim epidemiológico, a distribuição dos óbitos por municípios é a seguinte: Recife (13), Olinda (6), Cabo de Santo Agostinho (3), Escada (2), Jaboatão dos Guararapes (2), Pombos (2), Abreu e Lima (1), Agrestina (1), Amaraji (1), Barra de Guabiraba (1), Camaragibe (1), Feira Nova (1), Gravatá (1), Joaquim Nabuco (1), Paudalho (1), Paulista (1), Ribeirão (1) e Timbaúba (1).

Dos 40 pacientes que vieram a óbito, 35 apresentavam comorbidades confirmadas: hipertensão (25), diabetes (17), histórico de tabagismo (6), doença cardiovascular (4), AVC (3), câncer (3), obesidade (3), doença renal (3), Alzheimer (1), DPOC (1), etilismo (1), Parkinson (1) e tuberculose (1) - o mesmo paciente pode ter mais de uma comorbidade. Os demais estão em investigação pelos municípios.

Faixas etárias dos óbitos registrados nas últimas 24 horas:

  • 0 a 9 anos (1);
  • 40 a 49 anos (3);
  • 50 a 59 anos (9);
  • 60 a 69 anos (9);
  • 70 a 79 anos (8);
  • 80 anos ou mais (10).

Reforço nos exames da covid-19

A partir desta segunda-feira (11.05), o Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip) começou a reforçar a rede de laboratórios credenciados para fazer o processamento dos exames de RT-PCR para detecção do vírus da covid-19. O Imip terá uma capacidade diária de analisar 200 amostras de material biológico dos pacientes suspeitos do novo coronavírus, totalizando 6 mil/mês.

Os exames serão realizados no próprio Imip, no bairro dos Coelhos, no Recife. A unidade vai processar as amostras dos seus pacientes, além dos envios de outras unidades de saúde. "Hoje, queremos saudar a chegada de mais um parceiro para fazer teste de RT-PCR, que é o Imip. Mais 200 exames estarão à disposição da população, o que reforça a ampliação da nossa capacidade de testagem", ressalta o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Atualmente, Pernambuco processa os exames de RT-PCR no Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-PE), Genômika, HLA e no Instituto Aggeu Magalhães (Fiocruz PE), além de receber os resultados da rede privada.

Assine a nova newsletter do JC e fique bem informado sobre o coronavírus

Todos os dias, de domingo a domingo, sempre às 20h, o Jornal do Commercio divulga uma nova newsletter diretamente para o seu e-mail sobre os assuntos mais atualizados do coronavírus em Pernambuco, no Brasil e no mundo. E como faço para receber? É simples. Os interessados podem assinar esta e outras newsletters através do link jc.com.br/newsletter ou no box localizado no final das matérias.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

    Assine a nova newsletter do JC e fique bem informado sobre o coronavírus

    Todos os dias, de domingo a domingo, sempre às 20h, o Jornal do Commercio divulga uma nova newsletter diretamente para o seu e-mail sobre os assuntos mais atualizados do coronavírus em Pernambuco, no Brasil e no mundo. E como faço para receber? É simples. Os interessados podem assinar esta e outras newsletters através do link jc.com.br/newsletter ou no box localizado no final das matérias.

    O que é coronavírus?

    Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

    A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

    Como prevenir o coronavírus?

    O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

    • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
    • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
    • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
    • Ficar em casa quando estiver doente.
    • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
    • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
    • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

    Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

    Confira o passo a passo de como lavar as mãos de forma adequada

     

    >

Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Confira o passo a passo de como lavar as mãos de forma adequada

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias