Para manter a vigilância do Aedes

Publicado em 23/08/2020 às 6:00
Leitura:

Médicos têm relatado aumento no volume de atendimento de pacientes com sintomas de arboviroses (especialmente chicungunha e dengue) em emergências e consultórios. Por enquanto, os registros da Secretaria Estadual de Saúde (SES) não refletem esse incremento. Este ano, foram notificados 23.726 casos de dengue, 3.230 de chicungunha e 1.417 de zika (para as três doenças, houve redução de 51%, em relação ao mesmo período de 2019). Questionada sobre os registros, a SES informou que as notificações das arboviroses na 1ª Regional de Saúde (inclui municípios do Grande Recife) mantêm padrão de estabilidade nas últimas semanas. "Contudo, é preciso reforçar que os profissionais de saúde devem notificar todos os casos suspeitos, e as secretarias municipais precisam atualizar os sistemas de informação para que ações de saúde possam ser feitas em tempo oportuno", diz a SES. Além disso, a pasta lembra a importância de a sociedade manter cuidados em suas residências para evitar o surgimento de focos do Aedes, já que o clima é favorável à proliferação do mosquito.

 

Comentários

Últimas notícias