COLUNA JC SAÚDE E BEM-ESTAR

Como fazer o teste para detectar covid-19 pelo SUS em Pernambuco

A rede do Recife tem fôlego para realizar até 600 testes rápidos por dia, mas só 490 pessoas, em média, fazem a marcação. Já o exame RT-PCR tem apenas 35,7% da sua capacidade na rede municipal utilizada

Cinthya Leite
Cinthya Leite
Publicado em 24/08/2020 às 15:46
Notícia
BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Novo coronavírus já infectou mais de 6 milhões, somente no Brasil - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

A oferta de testes para detectar o novo coronavírus tem sido maior do que a procura em Pernambuco. Só o Recife tem capacidade para realizar por dia 952 exames RT-PCR (geralmente feito do 3º dia após início dos sintomas até o 10º), cuja confirmação é obtida através da detecção do RNA do vírus. Mas, em média, apenas 340 pessoas diariamente têm realizado o agendamento na cidade. Considerado o padrão-ouro para detectar a doença, o RT-PCR tem apenas 35,7% da sua capacidade na rede municipal utilizada. Já a taxa de agendamento do teste rápido (aquele feito com um furinho no dedo) corresponde a 81,5% da capacidade da capital pernambucana. A rede tem fôlego para realizar até 600 exames desse tipo por dia, mas só 490 pessoas, em média, fazem a marcação. "Considerando a oferta de ambos os exames, são 1.552 testes por dia. E só são agendados 829 exames diariamente, o que corresponde a 53% da capacidade ofertada", informa a médica de família e comunidade Sofia Costa, diretora de Atenção Básica à Saúde do Recife.

Divulgar o serviço se faz necessário num momento em que a estabilização da curva epidêmica pode transmitir a falsa sensação de segurança de que o novo coronavírus deixou de circular. A partir do momento em que os sintomas sugestivos de covid-19 se manifestam, é necessário fazer o isolamento domiciliar e agendar o teste. "É uma atitude que evita a disseminação do vírus", diz Sofia, ao destacar que a tríade isolamento, testagem e rastreamento é a forma eficaz de salvar vidas, pois quebra a cadeia de transmissão. Para fazer isso, é preciso isolar e testar quem tiver sintomas, a fim de conhecer o universo de infectados.

>> Pernambuco ampliará processamento de testes para detectar o novo coronavírus no Sertão 

>> Pesquisadores afirmam ter descoberto primeiro caso de reinfecção por coronavírus

Em Pernambuco, o agendamento do teste de covid-19, para as pessoas que apresentam sintomas leves da doença, é feito pelo aplicativo Atende em Casa, fruto de uma parceria entre o governo do Estado e a Prefeitura do Recife. A ferramenta orienta usuários que apresentem sintomas gripais, sem necessariamente precisar deslocar-se para unidades de saúde. Atualmente, todas as 12 Regionais de Saúde do Estado têm ao menos uma cidade contemplada com a tecnologia, atingindo mais de 9,4 milhões de pessoas em 178 municípios com teleorientação, o que representa 98,6% da população do Estado. Até o momento, mais de 11,9 mil pessoas foram orientadas a procurar uma unidade de saúde, enquanto outras 20,1 mil foram aconselhadas a permanecer em isolamento domiciliar.

No Recife, a pessoa pode optar por agendar o teste em uma das 20 unidades de Atenção Primária à Saúde ou em quatro policlínicas. Geralmente, há vagas disponíveis de imediato. No posto ou em qualquer outro serviço onde o exame é realizado, a organização da marcação evita aglomeração e filas. Cada paciente é atendido no horário definido previamente, durante o momento em que acessa o Atende em Casa. A questão é que o resultado, enviado por e-mail ou por contato telefônico, demora de cinco a dez dias devido à capacidade para processar os testes, que ainda é menor do que a procura. Por causa disso, muitas pessoas passam todo o período do isolamento domiciliar (14 dias, em média) sem saber a sua condição clínica (positivo ou negativo para covid-19). Com a demora na entrega de resultados, vêm a ansiedade e a inatividade de pessoas em idade economicamente ativa.

>> Entenda como funciona a corrida pela vacina contra o coronavírus

Segundo a Prefeitura do Recife, no aplicativo Atende em Casa, já se cadastraram mais de 58 mil usuários com sintomas sugestivos de covid-19. Cerca de 23 mil deles apresentaram manifestações clínicas mais importantes e passaram por teleorientações através de videochamadas com médicos ou enfermeiros. Além disso, 6 mil pessoas foram orientadas a procurar uma unidades de saúde. O Atende em Casa ainda oferece suporte emocional para a população com suspeita da covid-19 que apresente transtornos emocionais em decorrência dessa condição de saúde.

Faça o agendamento do exame

- Para auxiliar na marcação dos casos leves, o Governo de Pernambuco disponibilizou a ferramenta Atende em Casa (www.atendeemcasa.pe.gov.br ou por smartphones com sistema Android)

- Até o momento, 146 das 184 cidades pernambucanas já utilizam a tecnologia para a realização da testagem

- A lista completa dos municípios que fazem esse tipo de agendamento está disponível no link: bit.ly/304QoKK.

Quem deve testar para covid-19?

Pessoas com suspeita da infecção pelo novo coronavírus que apresentam ou apresentaram os seguintes sintomas: sensação febril ou febre, mesmo que relatada, e tosse ou dor de garganta ou coriza ou dor no corpo ou alteração do olfato e paladar ou dor de cabeça

 

Comentários

Últimas notícias