COLUNA JC SAÚDE E BEM-ESTAR

Pernambuco confirma mais dois casos de síndrome rara associada à covid-19 em meninos de 2 anos

Crianças são moradoras de Paulista, no Grande Recife, e de Sertânia, no Sertão de Pernambuco

Cinthya Leite
Cinthya Leite
Publicado em 19/01/2021 às 19:29
Notícia

FREEPIK/BANCO DE IMAGENS
Pernambuco já confirmou 28 casos de síndrome inflamatória multissistêmica pediátrica associada à covid-19 - FOTO: FREEPIK/BANCO DE IMAGENS
Leitura:

O boletim epidemiológico desta terça-feira (19) da Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES) traz a confirmação de mais dois casos da síndrome inflamatória multissistêmica pediátrica (SIM-P) associada à infecção pelo novo coronavírus.

O primeiro caso se trata de um paciente de 2 anos, do sexo masculino, morador do município de Paulista, no Grande Recife, que iniciou os sintomas suspeitos para a covid-19 em 21 de dezembro de 2020. O menino, que teve teste rápido positivo para o novo coronavírus, recebeu alta hospitalar sem apresentar sequelas no último dia 4 de janeiro.

O segundo caso também é de uma criança de 2 anos do sexo masculino. O paciente, morador de Sertânia, no Sertão de Pernambuco, iniciou os sintomas suspeitos em 28 de dezembro de 2020. Com teste rápido também positivo para a doença, o caso evoluiu para alta hospitalar, no último dia 5 de janeiro, sem sequelas.

Com esses casos, Pernambuco soma 28 ocorrências da SIM-P. Dessas, 26 evoluíram para cura e alta hospitalar; dois foram a óbito. Do total, 27 tiveram resultado positivo para covid-19 e um teve contato comprovado com pessoas confirmadas para o novo coronavírus. Dos casos registrados até o momento, 16 são do sexo masculino e 12 do feminino, com idades entre 1 e 14 anos.

Dos 28 casos, 25 são de Pernambuco - Recife (7, entre eles os 2 óbitos), Caruaru (2), Ipojuca (1), Jaboatão dos Guararapes (3), Goiana (1), Sirinhaém (1), Joaquim Nabuco (1), Limoeiro (1), Timbaúba (1), Flores (1), Santa Cruz do Capibaribe (1), Vitória de Santo Antão (1), Serra Talhada (1), Sertânia (1) e Paulista (2) e Petrolina (1) - e 2 de outros estados (Alagoas e Piauí), mas que procuraram atendimento médico no Estado.

A notificação da síndrome foi instituída no início de agosto de 2020, e os serviços de saúde, além de atentos para ocorrência de casos novos, estão resgatando ocorrências desde o começo da pandemia.

Comentários

Últimas notícias