COLUNA JC SAÚDE E BEM-ESTAR

Covid-19: Pernambuco ultrapassa marca de 1,6 mil leitos de UTI abertos; é o maior número desde o início da pandemia

Entre as 1.604 vagas de UTI da rede pública dedicadas a pacientes com sintomas de covid-19, 97% estão ocupadas

Cinthya Leite
Cinthya Leite
Publicado em 14/04/2021 às 19:41
Notícia
HÉLIA SCHEPPA/SEI
Segundo secretário estadual de Saúde, André Longo, Pernambuco tem a maior rede pública de UTI para pacientes com covid-19 do Norte, Nordeste e Centro Oeste - FOTO: HÉLIA SCHEPPA/SEI
Leitura:

Nesta quarta-feira (14), Pernambuco ultrapassou a marca de 1,6 mil leitos de terapia intensiva (UTI) abertos na rede pública do Estado. É o maior número desde o início da pandemia. Entre as 1.604 vagas de terapia intensiva, 97% estão ocupadas. Segundo a Secretaria de Saúde de Pernambuco, foram cerca de 570 leitos de UTI abertos recentemente, ao longo de 45 dias, para atender a alta demanda de pacientes que apresentam sintomas graves da infecção pelo novo coronavírus. O Estado totaliza atualmente 375.115 casos confirmados da doença, sendo 38.052 graves e 337.063 leves. Além disso, já são 12.988 mortes em decorrência de complicações da infecção. 

No início deste mês, o governador Paulo Câmara já havia anunciado que o Estado ultrapassaria a marca de 1,6 mil leitos de UTI exclusivos para pacientes com suspeita e confirmação da covid-19, em 16 municípios do Litoral ao Sertão de Pernambuco.

Habilitação

Também nesta quarta-feira (14), o Ministério da Saúde anunciou que mais 1.301 leitos de terapia intensiva (UTI) adulto e 35 vagas de UTI pediátrica foram autorizados para atendimento a pacientes graves com sintomas de covid-19. A autorização, segundo a pasta, foi feita em caráter excepcional e temporário. Do total de leitos, 75 foram para Pernambuco e estão já abertos no Hospital Memorial Guararapes (20), em Jaboatão dos Guararapes; no Hospital Regional Fernando Bezerra (8), em Ouricuri; no Neurocardio (7), em Petrolina; no Hospital Agamenon Magalhães (10), no Recife; e no Hospital Eduardo Campos (30), também no Recife. Segundo o Ministério da Saúde, o valor do repasse mensal será de mais de R$ 3,6 milhões para Pernambuco, correspondente a abril.

Outros Estados também tiveram leitos autorizados: Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraná, Rio Grande do Norte, Rondônia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e São Paulo, conforme portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU). Considerando os mais de 1,3 mil leitos de UTI para esses Estados, incluindo Pernambuco, o valor do repasse mensal ultrapassa R$ 64 milhões (para o mês de abril). A autorização de leitos de UTI covid-19 ocorre sob demanda dos Estados, que têm autonomia para disponibilizar e financiar quantas vagas forem necessárias.

O pedido de autorização para o custeio dos leitos voltados a pacientes com sintomas de covid-19 é feito pelas secretarias estaduais e municipais de saúde, que devem garantir a estrutura necessária para o funcionamento dessas unidades.

Para a autorização, Estados e municípios devem cadastrar a solicitação na plataforma SAIPS, observando os requisitos necessários. Os critérios são objetivos, a fim de dar celeridade e legalidade ao processo e garantir o recurso necessário o mais rápido possível.

Entre os aspectos observados nas solicitações de autorização, estão a curva epidemiológica do novo coronavírus na região, a estrutura para manutenção e funcionamento da unidade intensiva, além do corpo clínico para atuação em UTI.

Comentários

Últimas notícias