COLUNA JC SAÚDE E BEM-ESTAR

O que fazer para evitar a depressão? Curso online traz orientações para ajudar a prevenir uma das doenças mentais mais comuns

Entre os assuntos abordados, estão a incidência e as causas da depressão, as armadilhas mentais e o comportamento depressivo

Cinthya Leite
Cinthya Leite
Publicado em 15/10/2021 às 12:56
FREEPIK/BANCO DE IMAGENS
A depressão é um problema médico grave e altamente prevalente na população em geral - FOTO: FREEPIK/BANCO DE IMAGENS
Leitura:

Estão abertas as inscrições para o curso online Como prevenir e curar a depressão, que tem início nesta segunda-feira (18). Dividido em três módulos, o curso é ministrado pelo trainer em PNL, instrutor e consultor em desenvolvimento pessoal Luiz Helvecio de Santiago Araujo. Segundo a proposta, o conteúdo traz diversas formas de uso e controle da mente, capazes de prevenir a depressão.

Leia também: Síndrome de Burnout: no Dia dos Professores, psicólogo lista 10 dicas para educadores evitarem o adoecimento mental

Entre os assuntos abordados durante o curso, estão a incidência e causas da depressão, as armadilhas mentais, o comportamento depressivo, o funcionamento da construção dos pensamentos, os estados mentais, além de breves conceitos sobre biologia da crença e princípios quânticos.

Leia tambémO que a queda no WhatsApp, Facebook e Instagram revela sobre nossa saúde mental?

"Existem algumas metodologias alternativas, inteiramente naturais, que podem servir como grandes aliadas ao tratamento (medicamentoso) ou prevenção da depressão. São conhecimentos importantes que as pessoas precisam saber para se ajudar, ajudar uma pessoa da sua família ou um amigo. É sobre isso que falaremos no curso”, explica Luiz Helvecio.

O curso inclui três módulos, que ficarão disponíveis nos dias 18/10, 25/10 e 1º/11. As inscrições podem ser feitas no site amoramente.com.br. Investimento: R$ 195 (em até 6 parcelas). 

É fundamental frisar que, para o tratamento da depressão, nada substitui o atendimento e acompanhamento médico.  

Para procurar tratamento médico psiquiátrico 

A depressão é um problema médico grave e altamente prevalente na população em geral. De acordo com estudo epidemiológico, a prevalência de depressão ao longo da vida no Brasil está em torno de 15,5%. O diagnóstico da depressão é clínico, feito pelo médico, após coleta completa da história do paciente e realização de um exame do estado mental. Não existem exames laboratoriais específicos para diagnosticar depressão. 

Trata-se de uma doença mental de elevada prevalência e é a mais associada ao suicídio. O transtorno tende a ser crônico e recorrente, principalmente quando não tem acompanhamento psiquiátrico. O tratamento é medicamentoso e psicoterápico. 

Depressão na pandemia de covid-19

De acordo com pesquisa Datafolha divulgada em setembro, jovens entre 16 e 24 anos e mulheres foram os que tiveram a saúde mental mais afetada durante a pandemia de covid-19. Entre os jovens, 56% relataram sintomas de depressão e ansiedade. Entre as mulheres, 53%. Ao todo, 44% dos 2.055 brasileiros entrevistados nas cinco macrorregiões do País declararam ter enfrentado esses problemas emocionais.

Comentários

Últimas notícias