COLUNA SAÚDE E BEM-ESTAR

Aumenta número de cidades de Pernambuco com registros de lesões na pele que provocam coceira 

Ao menos 11 municípios do Grande Recife e um da Zona da Mata têm registros do problema, cuja causa ainda segue desconhecida

Julianna Valença Gabriel Inácio
Cadastrado por
Julianna Valença
Gabriel Inácio
Publicado em 26/11/2021 às 21:43 | Atualizado em 30/11/2021 às 17:07
TV JORNAL/REPRODUÇÃO
Surto de lesões que causam coceira na pele é investigado no Estado - FOTO: TV JORNAL/REPRODUÇÃO
Leitura:

Aumentou para 12, nesta sexta-feira (26), o número de cidades pernambucanas com notificações de casos de lesões na pele que provocam coceira. A maior parte dos registros da doença, cuja causa ainda segue desconhecida, concentra-se no Recife: são 176 pessoas com "lesões cutâneas a esclarecer", em 35 bairros. 

De acordo com o município, representantes da Secretaria Executiva de Vigilância em Saúde do Recife participaram de uma reunião nesta sexta com integrantes da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) e do Instituto Aggeu Magalhães (Fiocruz Pernambuco), e com um epidemiologista, um infectologista e quatro dermatologistas. O objetivo foi discutir os próximos passos do monitoramento e da investigação dos casos.

"Na ocasião, foi acertado que as investigações através de exames e questionários com a população afetada serão continuadas com o intuito de apurar fatores clínicos e ambientais que possam explicar o quadro. Outra estratégia será a instalação, por equipes da Vigilância Ambiental do Recife, de armadilhas para a captura de mosquitos", explicou a Secretaria de Saúde do Recife, em nota.

A maioria dos pacientes do Recife são da Guabiraba e de Dois Irmãos, na Zona Norte. Os demais são de Boa Viagem, Ibura, Várzea, Passarinho, Córrego do Jenipapo, Torre, Graças, Morro da Conceição, Sítio dos Pintos, Imbiribeira, Iputinga, Bomba do Hemetério, Encruzilhada, Brejo da Guabiraba, Linha do Tiro, Boa Vista, Mangabeira, San Martin, Porto da Madeira, Casa Forte, Cordeiro, Tamarineira, Jordão, Madalena, Dois Unidos, Santo Amaro, Coqueiral, Água Fria, Caçote, Afogados, Campo Grande, Monteiro e Areias.

Também foram registrados casos em Jaboatão dos Guararapes, Cabo de Santo Agostinho, Olinda, Ipojuca, Paulista, São Lourenço da Mata, Camaragibe, Itapissuma, Araçoiaba e Igarassu, na Região Metropolitana, e Nazaré da Mata, na Zona da Mata Norte. Veja abaixo a quantidade de casos notificados em cada cidade:

  • Recife: 176
  • Camaragibe: 108
  • Jaboatão dos Guararapes: 60 
  • Olinda: 22 
  • Cabo de Santo Agostinho: 9
  • Itapissuma: 5
  • Paulista: 10
  • Nazaré da Mata: 3
  • Igarassu: 5
  • Ipojuca: 3
  • Araçoiaba: 1
  • São Lourenço da Mata: 7

A Secretaria estadual de Saúde informou que os registros "estão sob investigação clínica, epidemiológica e laboratorial pelos municípios, com apoio da equipe técnica da SES-PE, Laboratório Central de Pernambuco (Lacen-PE) e especialistas".

As autoridades de saúde orientam que quem sentir os sintomas deve procurar ajuda médica, e não se automedicar.

 

Comentários

Últimas notícias