COLUNA JC SAÚDE E BEM-ESTAR

No Recife, aumenta o número de casos de lesões que causam coceira na pele; são 195 pessoas acometidas em 41 bairros; confira

Atualização foi divulgada nesta segunda-feira (29) pela Secretaria de Saúde do Recife

Cinthya Leite
Cinthya Leite
Publicado em 29/11/2021 às 11:53
Notícia
FREEPIK/IMAGEM ILUSTRATIVA
Os sinais e sintomas mais comuns são lesões na pele e coceira - FOTO: FREEPIK/IMAGEM ILUSTRATIVA
Leitura:

Atualizada às 21h38

No Recife, sobe para 195 o número de pessoas com lesões na pele que causam coceira. A atualização foi divulgada, na noite desta segunda-feira (29), pela Secretaria de Saúde do Recife (Sesau). Os casos são provenientes de 41 bairros do município, com predominância na Guabiraba e em Dois Irmãos, ambos na Zona Norte. Não há registro de agravamento associado a esses quadros.

Nesta semana, os procedimentos de monitoramento e investigação continuam, por meio da aplicação de questionários nos locais de maior incidência e da realização de novos exames clínicos e laboratoriais. Esse trabalho passa a contar com o reforço de uma equipe de dermatologistas. Outra frente é a instalação de armadilhas para a captura de mosquitos.

Como as investigações ainda estão em andamento, a Sesau reforça a importância de que as pessoas não se automediquem, mantenham as mãos higienizadas e busquem uma unidade de saúde para receber orientações e tratar os sintomas. Os profissionais de saúde devem notificar os casos suspeitos em até 24 horas, conforme alerta epidemiológico enviado pela Sesau para as redes pública e privada de saúde do Recife no dia 18 de novembro.

Confira os bairros do Recife onde há casos registrados de lesões na pele com coceira:

Dois Irmãos, Guabiraba, Boa Viagem, Ibura, Várzea, Córrego do Jenipapo, Passarinho, Dois Unidos, Torre, Graças, Morro da Conceição, Sítio dos Pintos, Imbiribeira, Iputinga, Areias, Bomba do Hemetério, Encruzilhada, Brejo da Guabiraba, Linha do Tiro, Boa Vista, Mangabeira, San Martin, Porto da Madeira, Casa Forte, Cordeiro, Tamarineira, Jordão, Madalena, Santo Amaro, Coqueiral, Água Fria, Caçote, Afogados, Campo Grande, Monteiro, Vasco da Gama, Alto José Bonifácio, Mangueira, Pina, Jiquiá e Alto do Mandu.

Grande Recife 

Em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, o número de notificações das lesões de pele com coceira chegou a 100. Já em Olinda, são 22 casos registrados dessa condição. 

Ainda na Região Metropolitana, a Prefeitura de Igarassu, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, informa que, até esta segunda-feira (29), foram notificados seis casos de lesões na pele que causam coceira. "Ressaltamos que a Vigilância em Saúde está realizando um estudo clínico e epidemiológico dos casos. Foi divulgado a nota técnica para os profissionais de saúde, com o intuito de reforçar as recomendações sobre os procedimentos para a vigilância dos casos suspeitos", diz, em nota, a secretaria.

Já a Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, informa houve o registro de 11 casos notificados e que a vigilância em saúde está realizando um estudo clínico e epidemiológico dos casos.

Zona da Mata 

Já em Nazaré da Mata, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, tem três pessoas que apresentam as lesões. São moradores da cidades que relatam terem frequentado praia, na Região Metropolitana do Recife, e apresentaram a coceira depois.

E em Vitória de Santo Antão, também na Zona da Mata, há três casos de pessoas que apresentam essa condição. 

 

Comentários

Últimas notícias