O Hang Loose e a cobiça do bicampeonato

Alexandre Gondim
Alexandre Gondim
Publicado em 28/01/2020 às 17:25
Leitura:
[caption id="attachment_4932" align="alignnone" width="748"]"" Miguel Pupo. Foto: Alexandre Gondim// Blog do Surfe[/caption]Até hoje, em 32 edições realizadas do Oi Hang Loose Pro Contest, desde 1986, apenas quatro surfistas conseguiram vencer duas vezes, e nas 14 etapas feitas no arquipélago, nenhum surfista repetiu o primeiro lugar. Quem chegou mais próximo foi o saudoso Jean da Silva, primeiro colocado em 2006 e vice em 2012, superado justamente por Miguel Pupo.O paulista Miguel Pupo esta de volta ao Championship Tour (CT), a elite do surfe mundial, e quer colocar de vez seu nome na história do Hang Loose. Vencedor em 2012, ele surfa para tentar ser o primeiro bicampeão do evento na ilha de Fernando de Noronha, que este ano será realizado de 11 a 16 de fevereiro e valerá como etapa do Qualifying Series (QS), status 5000, da World Surf League (WSL) e abre o calendário sul-americano, na Praia da Cacimba do Padre.[caption id="attachment_4983" align="alignnone" width="748"]"" Miguel Pupo. Foto: Alexandre Gondim/Blog do Surfe[/caption]Sempre que teve a etapa, eu participei, estando no CT ou não. É um lugar legal, que eu adoro e que já fui campeão antes. Poucas vezes um atleta ganhou duas vezes esse evento e para mim já é um objetivo. Seria uma grande honra poder vencer um campeonato tão especial como esse mais de uma vez. Então, as expectativas são grandes, diz o surfista, que mora na Praia de Maresias, em São Sebastião.No ano passado Miguel competiu no retorno do Hang Loose à ilha, ficando em nono lugar, mesmo com a melhor nota da bateria, superado pelo norte-americano Cam Richards, que chegou até a semifinal. Aos 28 anos de idade, ele diz estar muito bem para essa nova temporada, de volta ao CT. Ainda tenho muita lenha para queimar. Não estou muito ansioso para a reestreia. Acredito que tenho experiência suficiente, avisa.[caption id="attachment_4984" align="alignnone" width="748"]"" Cam Richards, Foto: Alexandre Gondim/Blog do Surfe[/caption]Foram oito temporadas consecutivas. Já me sinto mais tranquilo, conheço os lugares, a pressão, os eventos. Na realidade agora é um sentimento bom, de estar de volta, onde queria estar o tempo inteiro, de rever a galera que convivi tanto tempo. Vai ser bem legal e espero que a temporada comece bem já em Noronha, festeja Pupo.No Hang Loose, o primeiro bicampeão foi o ícone australiano Tom Carroll, em 1987 e 88, na Praia da Joaquina, em Florianópolis/SC. Depois, mais uma vitória aussie com Nicky Wood, em 91 e 92, na Praia das Pitangueiras, em Guarujá/SP. O paranaense Peterson Rosa também venceu em Guarujá, em 95 e depois na Praia de Maresias, em 99. Já o cearense Fábio Silva garantiu a primeira conquista em 96, na Baia de Maracaípe, em Ipojuca/PE e 2001, em Fernando de Noronha, com as finais realizadas no Abras.[caption id="attachment_4976" align="alignnone" width="748"]"" Jadson André podera ganhar o bi consecutivo. Foto: Alexandre Gondim/Blog do Surfe[/caption]O mais tradicional campeonato da modalidade no País, apresentado pelo seu novo patrocinador a Elétron Energy, relaciona o apoio ao surfe com a defesa do meio ambiente, oferecendo energia de fonte limpa e renovável, já conta com mais de 100 atletas de 18 países e o vencedor da etapa, além dos 5 mil pontos no ranking QS, fatura US$ 15 mil. Temos um projeto bem importante que está em fase de tratativas com o Governo de Pernambuco e com a administração da Ilha, para reduzir a dependência do local da geração de energia com diesel e ainda com um projeto de agricultura associado antecipa o diretor presidente da Elétron Energy, André Cavalcanti Rosa e Silva,Acompanhe todo o desenrolar deste clássico evento direto das areias da Cacimba do Padre por aqui, no BLOG DO SURFE !Veja também:Jadson André vence em Fernando de NoronhaHang Loose em Fernando de Noronha abre calendário da WSL na América Latina

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias