Tatiana e Silvana na disputa do Corona Open Mexico

Tatiana Weston-Webb já saltou do quarto para o segundo lugarno ranking do CT

Alexandre Gondim
Alexandre Gondim
Publicado em 11/08/2021 às 13:28
Notícia
TONY HEFF/WSL
Tatiana Weston-Webb - FOTO: TONY HEFF/WSL
Leitura:

Depois da primeira fase masculina do Corona Open Mexico, começou a feminina com Silvana Limana primeira bateria. Curiosamente, ela enfrentou as duas surfistas que derrotou nas últimas finais que disputou em etapas do CT, conquistando os títulos do Movistar Peru Classic 2010 contra Sally Fitzgibbonsem San Bartolo e do Swatch Pro Trestles 2017 contra a também australiana Keely Andrewna Califórnia.

A cearense fez parte da elite do CT até 2019 e foi convidada para substituir a norte-americana Lakey Peterson, que está contundida, no Corona Open Mexico. Silvana e Sally vieram direto do Japão, onde participaram da estreia do surfe como esporte olímpico e a brasileira começou bem a bateria, manobrando forte com batidas e rasgadas executadas com pressão e velocidade, ganhando notas 5,50 e 7,40 em duas ondas seguidas.

TONY HEFF/WSL
Silvana Lima - TONY HEFF/WSL

Sally respondeu com 6,67 e 6,33 acertando até um aéreo e confirmou a vitória com a nota 7,60 da sua melhor onda. Com ela, atingiu 14,27 pontos e Silvana também passou direto para as oitavas de final totalizando 12,90 pontos, contra 11,96 de Keely Andrew. Os recordes de Sally Fitzgibbons foram logo batidos nas disputas seguintes por duas havaianas. Malia Manuel ganhou a segunda bateria por 14,93 pontos somando uma nota 8,00 e a líder do ranking,Carissa Moore, conseguiu um 8,33 para atingir 14,96 pontos.

O Corona Open Mexico é a penúltima etapa para definir as top-5 do ranking que vão disputar o título mundial no Rip Curl WSL Finals, de 09 a 17 de setembro em Trestles, na Califórnia. A gaúcha Tatiana Weston-Webb chegou em Barra de La Cruz em quarto lugar, mas já recuperou a segunda posição com a classificação para as oitavas de final, na bateria vencida pela california na Courtney Conlogue.

TONY HEFF/WSL
Carissa Moore - TONY HEFF/WSL

Isto porque são computados no ranking os seis melhores resultados nas oito etapas do CT 2021 e o primeiro descarte dos dois piores resultados está acontecendo agora no México.Tatiana já está trocando 1.045 pontos da última colocação na etapa de Rottnest Island, na Austrália, por 2.610 do nono lugar garantido nas oitavas de final do Corona Open Mexico.

A francesa Johanne Defay e a australiana Sally Fitzgibbons, que estão à sua frente, descartam 2.610 pontos, então permanecem com as pontuações que estavam antes desta etapa, 34.645 e 34.270 pontos, respectivamente. Já Tatiana Weston-Webb aumentou os 33.625 que tinha, para 35.190 pontos, retomando o segundo lugar no ranking que era dela após sua vitória no Boost Mobile Margaret River Pro na Austrália.

Acompanhe por aqui!

 

TONY HEFF/WSL
Carissa Moore - FOTO:TONY HEFF/WSL
THIAGO DIZ/WSL
Caroline Marks - FOTO:THIAGO DIZ/WSL
TONY HEFF/WSL
Silvana Lima - FOTO:TONY HEFF/WSL

Comentários

Últimas notícias