Australianos vencem o Corona Open Mexico

O paulista Deivid Silva perdeu o título por 2 centésimos de diferença, agora o Título mundial será decidido nas finais da Rip Curl WSL na Califórnia.

Alexandre Gondim
Alexandre Gondim
Publicado em 13/08/2021 às 19:34
Notícia
TONY HEFF/WSL
Stephanie Gilmore - FOTO: TONY HEFF/WSL
Leitura:

Os australianos Stephanie Gilmore e Jack Robinson venceram o Corona Open México, a sétima etapa do Championship Tour da World Surf League 2021, após quatro dias consecutivos de competição na Barra de la Cruz em Oaxaca, no México.

Os australianos conquistaram a vitória nas ondas que variavam de quatro à sete pés durante as Semifinais e Finais de hoje,13/08, no último evento do CT da temporada que credenciava os cinco melhores colocados ao decisivo evento final que definira o campeão mundial 2021.

TONY HEFF/WSL
Jack Robinson - TONY HEFF/WSL
 

Ontem,12/08, a WSL anunciou o cancelamento do Tahiti Pro após a declaração do estado de emergência do governo francês para a Polinésia Francesa devido ao COVID-19 e aos Centros para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) moverem a Polinésia Francesa para uma zona de Nível 4 e aconselharem as pessoas a não viajar.

Gilmore conquistou sua 32ª vitória no CT, quebrando seu próprio recorde, depois de vencer nas semifinais a nº 1 do circuito 2021 e tetracampeão da WSL, a havaiana Carissa Moore, a nº 2 do ranking a gaúcha Tatiana Weston-Webb nas quartas de final de ontem.

THIAGO DIZ/WSL
Jack Robinson - THIAGO DIZ/WSL

“É inacreditável”, disse Gilmore. “Malia Manuel estava sempre nas ondas certas e surfando lindamente. Aquela final foi difícil porque toda vez que ela passou por mim, ela tinha o “AI Forever” em homenagem a Andy Irons e eu sabia que seria uma final difícil, mas essa é a melhor sensação de todas. ”

A vitória de Gilmore agora lhe coloca na quarta posição rumo às finais da Rip Curl WSL, o evento de um dia em San Clemente para decidir os campeões mundiais de 2021. Gilmore será a quarta cabeça-de-chave, à frente da francesa Johanne Defay .

TONY HEFF/WSL
Campeões do Corona Open Mexico - TONY HEFF/WSL

“Faz algum tempo que não ganho um campeonato”, continuou Gilmore. “Eu esperava subir no ranking, talvez uma vaga para as finais em Trestles, para não ter que surfar tantas baterias no dia das finais (risos). Quando soube que o Tahiti foi cancelado e que esse era o último evento, toda a pressão estava em tentar ficar à frente das melhores mulheres do mundo. Este lugar é incrível e é como se estivéssemos em casa, eu realmente amo isso aqui, estou muito orgulhosa de ganhar aqui. ”

O estreante do CT, Jack Robinson, conquistou sua primeira vitória no CT, após derrotar os brasileiros Deivid Silva na final e Mateus Herdy nas semifinais, e também o português Frederico Morais nas quartas de final.

“Conseguimos e nem sei por onde começar”, disse Robinson. “É igual a sensação que tive quando me qualifiquei. Ainda estou processando. Tudo me empurrava para esse dia, tentando encontrar as coisas certas, ter uma boa equipe e apoio ao meu redor. Os Doras, minha esposa Julia, minha família, patrocinadores, eu não poderia fazer isso sem eles. "

TONY HEFF/WSL
Jack Robinson - TONY HEFF/WSL

“Eu estava tentando recarregar a energia antes mesmo de vir para cá”, acrescentou Robinson. “Quando estou assim, não falo muito e só penso em superar o nível de surfe de todos, senti que poderia fazer isso. Esta vitória é para o Toro da Toro Surf Trips, seu filho faleceu e é muito triste, e só quero enviar um grande amor e orações a ele. ”

Ao longo da Final, Silva aproveitou o espírito de luta deixado por Adriano de Souza (BRA) na comemoração da aposentadoria minutos antes do início da Final. Apesar da derrota na final, Silva conquistou seu melhor resultado da carreira no México com o segundo lugar. O brasileiro eliminou Leonardo Fioravanti (ITA) nas semifinais de hoje e o nº 1 do mundo Gabriel Medina (BRA) nas quartas de ontem. Os esforços de Silva nesta semana garantiram seu lugar no CT de elite para a próxima temporada, levando-o do 27º lugar para o 14º lugar.

Tony Heff
Deivid Silva - Tony Heff

O Brasileiro Devid Silva viu a vitória escapar por dois centésimos : “Estou muito feliz por conseguir o segundo lugar na minha primeira final no Tour e parabéns ao Jack,” disse Silva. “Ele foi incrível. As vitórias sobre Adriano de Souza e Gabriel Medina foram uma loucura. Estou muito feliz e obrigado, a todos, pelo apoio aqui em Barra de la Cruz, obrigado. ”

A batalha para o WSL Final 5 para mulheres e homens está encerrada. Agora e esses surfistas começarão a se preparar para a Rip Curl WSL Finals em San Clemente, Califórnia. Nesse novo formato em apenas um dia será determinado os campeões mundiais de 2021. A janela para realização da competição será de 9 a 17 de setembro próximo. Os finalistas serão:

TONY HEFF/WSL
Finalista Corona Open Mexico - TONY HEFF/WSL

WSL Final 5 - Masculino
1 - Gabriel Medina (BRA)
2 - Ítalo Ferreira (BRA)
3 - Filipe Toledo (BRA)
4 - Conner Coffin (EUA)
5 - Morgan Cibilic (AUS)

WSL Final 5 - Feminino
1 - Carissa Moore (HAW)
2 - Tatiana Weston-Webb (BRA)
3 - Sally Fitzgibbons (AUS)
4 - Stephanie Gilmore (AUS)
4 - Johanne Defay (FRA)

Tony Heff
Deivid Silva - FOTO:Tony Heff
Tony Heff
Deivid Silva - FOTO:Tony Heff
Thiago Diz
Deivid Silva - FOTO:Thiago Diz
TONY HEFF/WSL
Finalistas do Corona Open Mexico - FOTO:TONY HEFF/WSL
TONY HEFF/WSL
Jack Robinson - FOTO:TONY HEFF/WSL
TONY HEFF/WSL
Jack Robinson - FOTO:TONY HEFF/WSL
THIAGO DIZ/WSL
Jack Robinson - FOTO:THIAGO DIZ/WSL
Tony Heff
Mateus Herdy - FOTO:Tony Heff
TONY HEFF/WSL
Campeões do Corona Open Mexico - FOTO:TONY HEFF/WSL
TONY HEFF/WSL
Stephanie Gilmore - FOTO:TONY HEFF/WSL
TONY HEFF/WSL
Finalista Corona Open Mexico - FOTO:TONY HEFF/WSL

Comentários

Últimas notícias