Três grandes mitos sobre emagrecimento

Publicado em 29/05/2019 às 9:37
Leitura:
Apesar de ser algo matemático e bem simples, o emagrecimento costuma fazer muita gente incorrer em três grandes erros que acabam atrapalhando de forma significativa esse processo. Alimentação balanceada e bem orientada, assim como os exercícios físicos compõem a fórmula básica para gastar mais energia do que se consome. Consequentemente há melhoria na composição corporal, na autoestima, saúde e qualidade de vida como um todo. Para desvendar alguns dos principais erros cometidos pelas pessoas na ânsia de emagrecer, o Blog Vida Fit conversou com o personal trainer Ivan Xavier, que também é coordenador da academia Santé Club, em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. Entre as muitas especializações do profissional, há pós-graduação em nutrição e em treinamento para grupos especiais. MITOS SOBRE EMAGRECIMENTO Por Ivan Xavier (@ixconsultoria)

Mito 1 - Emagrecer é ficar mais leve

Emagrecer, no conceito da palavra, significa aumentar a massa magra e melhorar a composição corporal. Quando a maioria das pessoas acredita que é subir na balança e estar mais leve. E não é isso. No emagrecimento, há redução do material que não é bom, que é a gordura, e aumento ou, pelo menos, manutenção do material que é bom, que é a massa magra. As pessoas confundem com perder peso. Perder peso você pode perder bastante água, gordura e massa magra e isso é muito ruim para a saúde. Então, não é o que as pessoas acham: "Vou fechar a boa e perder peso". Fecha a boca, perde peso, mas perde também muita coisa importante, principalmente tecido muscular.

Mito 2 - Quanto mais suor, maior o emagrecimento

Suar não quer dizer perder peso. Suar é perder água. Quando você perde peso é uma questão matemática: gastar mais calorias do que ingere. É essa matemática que promove o emagrecimento. Mas essa matemática precisa ser bem elaborada para que os tecidos mais importantes não sejam comprometidos, como o muscular, por exemplo.

Mito 3 - Fazer dieta é passar fome

O básico é oferecer ao organismo todos os nutrientes macros: proteínas, carboidratos, lipídios e glicídios. Isso em harmonia, de acordo com cada metabolismo. Cada pessoa tem o seu e reage de uma forma específica a determinados alimentos. Então, tem de ser uma dieta elaborada de forma profissional. É necessário procurar um especialista para que esse balanço entre os nutrientes seja feito. Uma vez que a alimentação estiver equilibrada, fica mais favorável o emagrecimento.      

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias