Como escolher o melhor whey protein?

Luana Ponsoni
Luana Ponsoni
Publicado em 23/10/2019 às 14:41
Foto: Divulgação
FOTO: Foto: Divulgação
Leitura:
[caption id="attachment_2838" align="alignnone" width="748"]"" Foto: Divulgação[/caption]

Segundo a médica Elisa Urban, da equipe de Desenvolvimento de Produtos da Essential Nutrition, uma opção de whey protein com elevado teor nutricional não deve conter ingredientes vazios ou que não atuem de forma saudável no organismo. Dentre os quais, corantes, aromas, adoçantes e conservantes artificiais, excesso de açúcares ou carboidratos de alto índice glicêmico, como a maltodextrina. Portanto é necessário, antes de qualquer coisa, ficar atento à tabela nutricional e aos ingredientes que compõem o produto.

Se o whey protein for concentrado, a composição precisa apresentar de 30% a 80% de proteína, sendo o restante caseína, gordura e lactose. Logo, pessoas com algum tipo de alergia ou restrição de algum destes componentes devem evitá-lo, pois pode promover intolerâncias e desconfortos abdominais.

Entretanto, se o whey pretendido for o isolado - por processo físico de micro-filtração - e/ou hidrolisado - por processo natural enzimático -, o produto não deve possuir lactose, caseína e ter baixos níveis de carboidrato e gordura. Dessa forma, pode ser consumido por intolerantes à lactose, alérgicos à caseína ou pessoas com algum tipo de dificuldade de digestão.

VEGANA

Adeptos a uma dieta vegana, ou seja, que não consomem nenhum produto de origem animal, têm a possibilidade de fazer suplementação proteica 100% vegetal. Há, no mercado, por exemplo, linhas que combinam proteína da amêndoa à proteína isolada da ervilha, além de uma dose extra de vitaminas e minerais para complementar nutricionalmente a dieta.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias