SUS promoverá ações para prevenção e tratamento de diabetes

Gabriela Máxima
Gabriela Máxima
Publicado em 04/11/2019 às 10:01
O exercício físico, se bem acompanhado, melhora a absorção da glicose pelo organismo do diabético
FOTO: O exercício físico, se bem acompanhado, melhora a absorção da glicose pelo organismo do diabético
Leitura:
[caption id="attachment_1373" align="alignnone" width="748"]"" O exercício físico, se bem acompanhado, melhora a absorção da glicose pelo organismo do diabético[/caption]A prática de exercícios físicos e alimentação natural pode prevenir uma série de doenças crônicas como obesidade, diabetes e hipertensão. Pensando em reduzir o número de diagnósticos e garantir uma população mais saudável, o  Sistema Único de Saúde (SUS) colocará como prioridade os brasileiros diabéticos e adotará a Política Nacional de Prevenção do Diabete e de Assistência Integral à Pessoa Diabética. O texto foi sancionado pelo vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB), presidente em exercício, na última quarta-feira, 30. A lei já está em vigor, mas precisa de regulamentação do Poder Executivo.>> 5 sinais de que você pode estar em overtraining >> Vida Fit na Rádio Jornal: medo da dieta? Escute a entrevista >> Estudo aponta o perfil de lesões no crossfitO texto prevê ações de prevenção contra a doença, com campanhas de conscientização sobre a medição dos índices glicêmicos.Confira algumas das diretrizes:- Ênfase em ações preventivas por meio de equipes multidisciplinares- Formação permanente de profissionais de saúde, pacientes, familiares e cuidadores- Desenvolvimento de metodologia de análise e avaliação dos serviços de saúdeAPOIO CIENTÍFICO Uma pesquisa de 2017 realizada pelo Ibope Inteligência mostrou que, no Brasil, o maior medo dos diabéticos em relação à doença é amputar algum membro do corpo, indicado por 32% deles. Já o medo de doenças cardiovasculares como enfarte e acidente vascular cerebral (AVC) - que são a maior causa de morte de diabéticos segundo a Associação Americana de Diabetes e a Universidade de Chester, na Inglaterra - só atingiu 3% dos consultados.Vale destacar que a prática regular de atividades físicas aliada a uma alimentação saudável pode controlar a doença, além de reduzir os riscos de outros diagnósticos mais graves. É fundamental consultar um médico especializado e procurar profissionais de educação física e nutrição para acompanhar a evolução das taxas e do condicionamento físico.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias