Entenda como exercícios físicos e boa alimentação são aliados contra o coronavírus

Publicado em 27/02/2020 às 14:21
AFP
Coronavírus se espalha ao redor do mundo - FOTO: AFP
Leitura:
Foto: AFP Com a confirmação do primeiro caso de coronavírus, agora tratado como covid-19,  no Brasil, no último dia 26, e três casos suspeitos em Pernambuco, um certo clima de alarde se instalou. Apesar de os estudos sobre a letalidade do novo vírus ainda serem incipientes,  o que muitos talvez não saibam é que os quadros mais greves e fatais da doença foram observados em indivíduos com a imunidade comprometida. Essas evidências  constam em estudo divulgado no periódico The Lancet. E é justamente nesse quesito que os exercícios físicos e a boa alimentação surgem como grandes diferenciais frente ao covid-19, que já adquiriu status de epidemia mundial. "A nossa imunidade pode ser estimulada pela prática de bons hábitos de vida. Como a boa alimentação e atividade física regular. São mecanismos que vão ativar nossas defesas frente essa nova epidemia do coronavírus. ", afirmou a clínica geral, com formação ortomolecular, Dra Diana Campos. Dra. Diana Campos reforçou a importância da boa alimentação e dos exercícios físicos para a imunidade. Foto: Arquivo Pessoal No quesito alimentação, Dra Diana ensina a priorizar os itens naturais, abolindo, sempre que possível, alimentos industrializados. "Uma alimentação com muitas verduras legumes, frutas variadas, principalmente as cítricas, como o limão, laranja e as de cor escura, como a uva, o morango. Para as proteínas, principalmente os peixes do mar, que têm menor risco de contaminação, ou os caipiras, que devem ser bem cozidos. Feijões devem ser adotados como fontes de proteínas secundárias, assim como as ervilhas secas. Temperos sempre naturais, como cravo da índia, a cúrcuma o alho, bem como o uso de óleos bons, como o azeite de oliva extra virgem, o óleo de coco, que vão contribuir para o bom funcionamento do trânsito intestinal e o equilíbrio das bactérias benéficas do intestino, que vão ativar a nossa imunidade e o equilíbrio emocional", recomendou. Sobre os exercícios físicos, a clínica geral destacou que o organismo passa a vivenciar uma série de transformações que, combinadas, são um reforço poderoso à imunidade. Exercícios físicos regulares proporcionam uma série de benefícios em cadeia para o sistema imunológico. Foto: Divulgação "A atividade física também favorece e estimula o sistema imune. Porque leva a uma melhora da oxigenação de todas as nossas células. Ativando vários genes, sendo o mais importante o gen FATSO, que é responsável pelo aumento do nosso peso e diabetes. Este gen pode ser desativado pelo exercício regular e uma boa alimentação.  Também ativa a insulina, responsável por processar os carboidratos. Excesso de carboidrato bloqueia o nosso sistema imunológico. A atividade física ainda ativa as endorfinas que irão nos deixar menos tensos e favorecer um sono reparador. O que melhora a função cardíaca e cerebral, baixando a pressão arterial e o açúcar", finalizou. LEIA MAIS  >Glutamina não melhora imunidade, alerta especialista >Exercícios ajudam a evitar doenças na terceira idade >A importância das frutas na alimentação saudável >Treinar ou não com gripes e resfriados, eis a questão? MEDIDAS DE PREVENÇÃO Apesar de serem um reforço indiscutível à imunidade, exercícios físicos regulares e a boa alimentação não devem ser encarados como suficientes para afastar as chances de contágio pelo coronavírus. É necessário seguir as recomendações da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) e do Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC)  e evitar viagens para China e outros países afetados. Lavar as mãos regularmente, não levá-las aos olhos e boca após estar em grandes aglomerações e o uso do álcool em gel também vêm sendo medidas orientadas pelos infectologistas.  Confira como o Coronavírus se espalha pelo mundo, de acordo com números da Organização Mundial da Saúde (OMS).  

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias