NUTRIÇÃO

Conheça a Kombucha: bebida probiótica com mais de 70 benefícios à saúde

De sabor levemente frisante, bebida é feita à base de chá e fermentada por colônias de bactérias benéficas ao nosso organismo

Marília Banholzer
Marília Banholzer
Publicado em 03/07/2021 às 7:00
Danielly Nascimento/divulgação
Marca pernambucana de Kombucha chega ao mercado local - FOTO: Danielly Nascimento/divulgação
Leitura:

À base de chá, geralmente verde ou preto, a Kombucha é uma bebida fermentada de origem milenar e que tem conquistado mais adeptos desde que a pandemia da covid-19 nos fez pensar mais na saúde do corpo e da mente. Apesar de ter uma longa história, com lendas que remontam seu surgimento pele menos 200 anos antes de Cristo, muitas pessoas ainda desconhecem essa bebida com alto potencial antioxidante e anti-inflamatório.

Mas o que é a Kombucha? De sabor levemente frisante e gaseificado, a Kombucha é fermentada por colônias de bactérias benéficas ao nosso organismo, tornando-se uma bebida funcional e aliada do sistema imunológico. E o mais importante: nutricionalmente segura. De acordo com o nutricionista Igor Carvalho, não há contraindicações para o consumo dessa bebida à base de chá no caso de adultos e idosos, mas ainda não há estudos que garantam total segurança nutricional para crianças e deve ser evitada por gestantes.

"Essa Kombucha é feita a partir de um chá, que por natureza já têm esse potencial antioxidante e anti-inflamatório. Esse chá é enriquecido por um mix de bactérias, que ficam fermentando, potencializam os benefícios dos chás e dão essa sensação de gás, o que lembra um refrigerante", explica o nutricionista. Igor concorda que a bebida é rica em nutrientes e pontua que existem poucas contraindicações ao seu consumo. "Por essa bactérias agirem fortemente no sistema digestivo, é bom lembrar que seu consumo em excesso pode gerar algum desconforto, como gases ou diarreias. Mas não há estudos que indiquem qual seria a quantidade ideal de consumo diário", analisa Igor Carvalho.

 

REPRODUÇÃO
Embora seja possível preparar Kombucha em casa, nutricionista alerta que é mais confiável comprar algo feito com um processo mais controlado, como numa fábrica - REPRODUÇÃO

O nutricionista explica ainda que existem inúmeros benefícios do consumo da Kombucha, mas em geral, giram em torno de um aparelho intestinal mais saudável, o que beneficia todo o organismo, e do seu poder antioxidante. 

Confira alguns dos principais benefícios:

1. Contribui para emagrecer porque regula o apetite e diminui a obesidade;

2. Combate a gastrite, por atuar eliminando a bactéria H. pylori, umas das
grandes causas de gastrite;

3. Previne infecções intestinais, por combater outras bactérias e fungos que causam doenças no intestino;

4. Atua como desintoxicante, por se ligar a moléculas tóxicas no organismo e estimular sua eliminação pela urina e pelas fezes;

5. Alivia e previne problemas como gota, reumatismo, artrite e pedras no rins, por desintoxicar o organismo;

6. Melhora o funcionamento do intestino, por equilibrar a flora intestinal ter ação laxante;

7. Reduz o estresse e combate a insônia, sendo uma boa opção para períodos de maior stress ou provas;

8. Reduz a dor de cabeça e a tendência às enxaquecas;

9. Melhora o funcionamento do fígado, sendo uma boa opção para depois de
tomar antibióticos;

Igor Carvalho resume: "Mais de 90% do nosso corpo é constituído por bactérias, que vivem buscando o equilíbrio entre as que são benéficas para o organismo e as que são patogênicas. No caso das Kombuchas, são bactérias benéficas que ajudam contra constipação intestinal, alterações metabólicas, combatem doenças cardiológicas e hepáticas, além de ser um potente antidiabético."

Adepto e empreendedor da Kombucha no Recife

Quem se encantou com o poder da Kombucha foi o advogado Breno Pessoa, 39 anos, que conheceu a bebida no ano passado, no início da pandemia da covid-19. Cerca de um ano depois ele decidiu abrir uma fabriqueta de Kombucha no Recife para poder dividir com as pessoas os benefícios dela.

"No auge da pandemia eu procurei terapias alternativas e comecei a consumir a Kombucha durante um tratamento de desintoxicação, indicado por um naturopata. Me apaixonei, comecei a produzir para consumo próprio e para amigos, mas há cerca de oito meses lancei a bebida no mercado, mas é um movimento ainda pequeno", explica Breno.

CORTESIA
Advogado Breno Pessoa é adepto do consumo da Kombucha - CORTESIA

Com a marca 'Chamor Kombuchas', Breno fabrica diversas opções de sabores: tangerina; morango; maçã, hibisco, cravo e canela, limão com gengibre e de maracujá, manga e cúrcuma. Atualmente consegue produzir cerca de 5 mil garrafas da bebida por mês. O material é vendido em lojas de produtos naturais, e diversos pontos de vendas do mesmo segmento, inclusive em shoppings da Região Metropolitana do Recife. Cada garrafa custa R$ 10.

O consumidor ainda pode entrar para uma espécie de clube de fidelidade se comprar a partir de 120 garrafas. O contato é a rede social da marca. "Não pretendo largar minha carreira na advocacia para virar empreendedor nesse ramo, mas depois de sentir os benefícios, achei que tinha a obrigação de compartilhar isso com as pessoas", afirmou Breno Pessoa.

CORTESIA
Advogado Breno Pessoa é adeptos do consumo da Kombucha - FOTO:CORTESIA
REPRODUÇÃO
Embora seja possível preparar Kombucha em casa, nutricionista alerta que é mais confiável comprar algo feito com um processo mais controlado, como numa fábrica - FOTO:REPRODUÇÃO

Comentários

Últimas notícias