Exposição

João Urban apresenta fotografias sobre o sagrado na Arte Plural

Fotógrafo paranaense registrou cerimônias de candomblé, além de cenas das cidades pernambucanas

Márcio Bastos
Márcio Bastos
Publicado em 10/03/2020 às 10:56
Notícia
João Urban/Divulgação
João Urban voltou, com respeito e interesse, seu olhar para as cerimônias religiosas do candomblé - João Urban/Divulgação
Leitura:

O fotógrafo paranaense João Urban viveu em Pernambuco por seis anos, período no qual voltou seu olhar para as particularidades do Estado, sua cultura, e também suas manifestações religiosas, com especial atenção ao candomblé. Alguns desses registros formam a mostra A Paisagem e o Sagrado, com curadoria de Fred Jordão, cuja vernissagem acontece dia 10 de março, às 19h, na Arte Plural Galeria.

 

O olhar de João Urban para o entorno foi cuidadosamente apurado ao longo de mais de cinco décadas de atuação profissional. Os temas investigado por ele em sua obra autoral (ele também enveredou pela fotografia publicitária) são múltiplos, de questões sociais e políticas à cultura.

 

Sua aproximação com as religiões de matrizes africanas em Pernambuco se deu através de sua mulher, a artista pernambucana Jussara Salazar, mas seu interesse por rituais religiosos vem de antes. Ele, que é de descendente de poloneses e teve criação católica, conseguiu adentrar nas tradições e na fé do candomblé.

 

“Quando eu vim para o Recife, Jussara se envolveu com o maracatu e passou a fazer parte do baque do Porto Rico e acabou se envolvendo com o candomblé”, lembra. “Embora não seja religioso, eu tenho um afeto muito grande, principalmente pelos rituais de religiões pacíficas, que não sejam do ódio.”

 

Graças ao acesso que teve aos rituais religiosos, João conseguiu capturar momentos que expressam a força da crença, do contato com o divino e da celebração coletiva por forças além da matéria. Essas fotografias, com exceção de uma, são em preto e branco. A escolha, conta o fotógrafo, teve o objetivo de preservar um aspecto de intimidade que poderia ser perdido com a profusão de cores.

 

Além das imagens dedicadas à religiosidade, a exposição, que tem no total 26 fotografias, é composta ainda por registros de paisagens do Recife e do interior de Pernambuco. Para o curador Fred Jordão, o olhar estrangeiro de João, tanto em relação ao Estado quanto ao candomblé, permite que o fotógrafo perceba nuances já naturalizadas para aqueles que já pertencem a essas esferas.

 

Em suas fotografias da cidade, sempre em diálogo com a natureza estão presentes desde uma barbearia na comunidade do Bode, dos reflexos dos prédios nas águas do Capibaribe, a um castelo cravado em Poção, próximo à Pesqueira. São imagens que, apesar de documentais, carregam uma poética cheia de simbolismos, com um quê de etérea, dialogando com o conjunto de fotos de cunho religioso.

 

SERVIÇO

Exposição Fotografias de João Urban em Pernambuco, a Paisagem e o Sagrado – abertura para convidados dia 10 de março, às 19h, na Arte Plural Galeria (Rua da Moeda, 140, Bairro do Recife). Visitação: a partir de 11 de março, de terça a sexta-feira, das 13h às 19h, e sábados, das 14h às 18h. Informações: 3424-4431

Comentários

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias