Desabafo

Ex-paquita desabafa no Instagram sobre relacionamento abusivo e problemas com álcool

Bárbara Borges relembrou momentos difíceis e como reagiu para superar os problemas

Vanessa Moura
Vanessa Moura
Publicado em 11/03/2020 às 8:05
Notícia
Divulgação
Atriz fez um relato em sua conta no Instagram no último fim de semana - Divulgação
Leitura:

Bárbara Borges, ex-paquita, que ganhou mais notoriedade na televisão na década de 2000, ao participar das novelas globais ‘Malhação’ e ‘Senhora do Destino’, usou sua conta no Instagram para publicar um desabafo no último fim de semana.

A atriz recorreu a rede social para publicar um texto a respeito do machismo estrutural que esteve presente em toda sua vida. “Eu não tinha a menor noção do tanto de machismo estrutural que me silenciava e que eu, inclusive, permitia e até reproduzia. Abusos na infância, abusos psicológicos, assédio, ser diminuída e chamada de ‘louca e desequilibrada’”, falou.

A ex-paquita contou que passou por um relacionamento abusivo onde era constantemente silenciada, mas que na época não entendia a importância de se impor. “Recentemente, caiu a ficha de uma situação vivida no passado: uma ‘’brincadeira’ que um namorado fazia comigo quando eu estava empolgada falando algo. Ele fechava a minha boca ‘carinhosamente’ fazendo ‘shshshshsh, fica caladinha’. (...) Infelizmente antes eu não tinha a consciência que tenho hoje, não era tão segura de mim para falar: ‘Para! Não gostei, não quero, não permito que me cale’, por mais boba e insignificante que a situação fosse. Isso serve para diversas situações abusivas mais pesadas das quais eu sempre me culpei”, completou.

Bárbara ainda relatou seus momentos de vulnerabilidade, onde encontrava no alcoolismo uma fuga da realidade. “Eu vivi muito tempo da minha vida empurrando tudo o que me fazia sofrer para ‘debaixo do tapete’. Para me proteger e sobreviver, usei o artifício das ‘máscaras’, das bebedeiras cada vez mais exageradas. E assim fui me afastando de mim”. O que a famosa chamou de “despertar” aconteceu ainda em 2012, e se fortaleceu no ano seguinte, com a gravidez do primeiro filho, Martin Bem.

“A gente sofre, mas vai curando e libertando. Comecei a me impor, tive que lutar muito por mim, para soltar a voz da minha mulher. A luta é diária. Eu ainda preciso gritar muito para me defender do machismo/patriarcado”, finalizou Bárbara.

Comentários

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias