Televisão

'Lava outra, lava uma': Em tempos de Covid-19, criador do Castelo Rá-Tim-Bum relembra o hit 'Lavar as Mãos'

Flávio de Souza contou ao Jornal do Commercio um pouco dos bastidores da canção

Robson Gomes
Robson Gomes
Publicado em 24/03/2020 às 22:35
Notícia
YOUTUBE/REPRODUÇÃO
Clipe de 'Lavar as Mãos', do Castelo Rá-Tim-Bum, viralizou novamente devido ao coronavírus. - FOTO: YOUTUBE/REPRODUÇÃO
Leitura:

"Uma / Lava outra, lava uma": Se você leu esses versos cantando, então você cresceu ouvindo Lavar as Mãos. Esta música, escrita e interpretada por Arnaldo Antunes, marcou as crianças do final dos anos 1990 pois fez parte da trilha sonora de um dos programas infantis de maior sucesso da TV Cultura: Castelo Rá-Tim-Bum.

>> Acompanhe as últimas notícias sobre o novo coronavírus

>> Lionel Richie quer refazer projeto 'We Are The World' para vítimas do coronavírus

>> Artistas se reúnem na canção "Samba de Quarentena"

A verdade é que esta música acabou voltando à tona nas redes sociais recentemente devido ao cenário de pandemia do coronavírus, já que lavar as mãos constantemente é uma das formas mais seguras de prevenção da Covid-19, além, claro, de ficar dentro de casa isolado temporariamente.

O Jornal do Commercio conseguiu conversar com Flávio de Souza, autor e roteirista do Castelo Rá-Tim-Bum, hoje com 64 anos. Ele contou um pouco dos bastidores do programa, que estreou em 9 de maio de 1994, e do possível surgimento desta música.

"Quando criamos (o Cao [Hamburguer, diretor] e eu), no início era um Rá-Tim-Bum 2, já que seria uma nova versão, com mais ou menos metade do programa original e substituindo as partes que não deram tão certo. Mas a gente inventou tanta coisa nova que decidiram que era melhor fazer um programa todo novo", relatou Flávio, sobre a criação do Castelo, que teve 90 episódios.

A respeito do hit Lavar as Mãos, todavia, o roteirista disse não ter participado deste momento. "As cenas que falassem de maneira divertida sobre higiene pessoal sempre estiveram na pauta [do Castelo]. Quando terminei a criação com o Cao, fiz as sinopses básicas dos 50 episódios (que depois viraram 70) e fui trabalhar no SBT, num seriado que virou novela e acabou não rolando. E eu voltei para a TV Cultura a tempo de escrever metade dos roteiros da base do programa, ou seja, o que acontecia no Castelo", esclareceu.

Mesmo assim, Flávio de Souza revelou um detalhe curioso sobre a possível escolha de Arnaldo Antunes para a trilha do Castelo Rá-Tim-Bum. "O Cao Hamburger foi colega de escola do Arnaldo no secundário (chamava colegial naquela época). Eles eram, inclusive, da mesma classe, num colégio chamado Equipe. E que eu, por acaso, estudei também, mas alguns anos antes", afirmou.

No último domingo (22), Arnaldo Antunes postou um vídeo em suas redes sociais cantando o hit do programa infantil novamente, e também lavando as mãos. O JC procurou o cantor e compositor, mas a assessoria afirmou que ele encontra recluso em um sítio e está impossibilitado de falar com a imprensa no momento.

RELEMBRE O HIT 'LAVAR AS MÃOS':

Comentários

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias