Televisão

Floribella 15 Anos: a felicidade de Maria Carolina Ribeiro, a Delfina

Atriz gaúcha que interpretou a vilã da trama da Band relembra a personagem para o JC

Robson Gomes
Robson Gomes
Publicado em 04/04/2020 às 14:15
Notícia
REPRODUÇÃO
A atriz Maria Carolina Ribeiro viveu a vilã Delfina, de 'Floribella'. - FOTO: REPRODUÇÃO
Leitura:

Se a novela Floribella, que completa 15 anos de sua estreia neste sábado (4), fez sucesso através de sua protagonista Maria Flor (Juliana Silveira), a antagonista também dava conta do recado. E o papel da “Bruxa Nova Xexelenta” – quer dizer, Delfina – ficou a cargo da gaúcha Maria Carolina Ribeiro.

>> Floribella: Os 15 anos da 'Cinderela do ano 2000'

>> Floribella 15 Anos: a visão da autora Patrícia Moretzsohn

>> Floribella 15 Anos: a gratidão de Gustavo Leão, o Guto

>> Floribella 15 Anos: a dedicação de Suzy Rêgo, a Malva

Em entrevista ao Jornal do Commercio, a atriz, hoje com 41 anos, vive uma vida mais sossegada dos holofotes, mas fez questão de reviver os momentos em que foi amada e odiada pelo público durante as duas temporadas da novelinha da Band, além de ter levado a Delfina para os palcos quando Floribella virou um espetáculo musical. Confira.

ENTREVISTA // MARIA CAROLINA RIBEIRO

JORNAL DO COMMERCIO - Como a novela Floribella chegou para você? O que te fez aceitar fazer a novela?

MARIA CAROLINA RIBEIRO - Fiz audição para a novela. Dois ou três testes, não lembro bem. O texto do primeiro teste era um monólogo da Flor. E eu ri ao ler. Já gostei de cara! Quando recebi o texto da Delfina para o teste seguinte, foi amor à primeira leitura. Amei a Delfi!

JC - Quais foram as suas inspirações para compor a Delfina?

MARIA CAROLINA - A maldade dela já era clara. O que tentei imprimir foi o humor, o jeito meio atrapalhado, meio confusa. Posso dizer que eu mesma sou assim. (risos) E mais uma pessoa da minha família. Mas aí não posso contar.

JC - Como era a rotina de gravações da novela? Qual a melhor lembrança desse período?

MARIA CAROLINA - Era intensa! Elenco pequeno, muitas crianças, poucos adultos. Ficávamos todos o tempo todo juntos. Eu e Suzy Rêgo tínhamos muitas cenas juntas e ainda morávamos no mesmo apartamento. Quando estávamos em casa, passávamos nossas cenas, que eram muitas. Foi uma época de muito trabalho e um trabalho feliz. Era o máximo! Um período muito bom da minha vida.

JC - Em que momento você percebeu que a novela estava fazendo sucesso?

MARIA CAROLINA - De imediato. Foi rápido, logo nas primeiras semanas, quando uma criança me reconheceu num supermercado do Rio e foi correndo para as pernas do pai. (risos)

JC - Apesar de ser uma vilã, muitos acabaram tendo simpatia pela Delfina. Como você via essa dualidade do público com a sua personagem?

MARIA CAROLINA - Ela sempre se dava mal, o que deixava o público bem feliz. (risos) E eu quis aliviar o peso com a opção pelo humor. Ela seguia sendo péssima, mas as cenas tinham mais leveza...

JC - Qual canção de Floribella é a mais especial para você e porquê?

MARIA CAROLINA - Caprichos [tema de Delfina na segunda temporada]. Amo! Não sei porquê...

JC - Existe alguma cena marcante da novela para você? Qual?

MARIA CAROLINA - Várias! Delfina sendo largada no altar pelo Fred (Roger Gobeth). E o casamento da Flor e Fred é de chorar de tão doce...

JC - Quais foram os aprendizados que a Delfina passou para a Maria Carolina?

MARIA CAROLINA - Que o amor sempre vence! (risos)

JC - O que poucas pessoas sabem sobre os bastidores de Floribella e você gostaria de compartilhar conosco?

MARIA CAROLINA - Que éramos muito felizes! Que todos se davam muito bem. Foi uma fase muito feliz da minha carreira...

JC - 15 anos depois, porque ainda vale a pena relembrar a novela Floribella?

MARIA CAROLINA - Porque Floribella é uma linda história de amor...

Comentários

Últimas notícias