Despedida

Após 44 anos, Renato Aragão não tem contrato renovado com a Globo

A trajetória de Renato Aragão com a emissora passa pelo sucesso longevo de Os Trapalhões, também contando com iniciativas como o Criança Esperança

Rostand Tiago
Rostand Tiago
Publicado em 30/06/2020 às 9:17
Notícia
GLOBO FILMES/DIVULGAÇÃO
RENATO ARAGÃO SE DESPEDE DA REDE GLOBO - FOTO: GLOBO FILMES/DIVULGAÇÃO
Leitura:

A história de Renato Aragão com a TV Globo é de 44 anos, com atrações marcantes e a consolidação de seu personagem Didi Mocó no imaginário nacional. Nesta terça-feira, foi revelado que seu contrato com a emissora não será renovado pela primeira vez, algo que o ator e humorista de 85 anos vê como uma nova etapa para ampliar seus projetos. Renato deu uma entrevista para o colunista Mauricio Stycer, do portal Uol, em que afirma não vai parar de trabalha. "Não paro nunca, sempre trabalhando. Eu me considero meio máquina, meio humano", relatou.

Ele pontua que o fim do contrato é algo simbólico e não significa que não voltará a trabalhar na Rede Globo, onde afirma que fará projetos pontuais, enquanto desenvolve outros em plataformas diversas. Sobre quais seriam essas plataformas, Aragão preferiu não revelar no momento.

Ele se diz orgulhoso de sua trajetória na Globo, desde Os Trapalhões, que passou 20 anos de sucesso no ar, até a idealização de projetos como o Criança Esperança, realizado desde 1986. "Fiz muita coisa, tive muita alegria na TV Globo, não tenho nada de ruim para falar. Estou muito feliz com ela", declarou.

A estreia na Globo foi em 1977, quando Os Trapalhões saíram da TV Tupi e foram para emissora que seria sua casa por quase duas décadas. A trupe formada por Aragão, Dedé Santana, Mussum e Zacarias ainda se desdobraria na produção de diversos filmes de sucesso durante o período, como Os Saltimbancos Trapalhões, Os Trapalhões na Guerra dos Planetas e Os Trapalhões na Serra Pelada, todos esses estando na lista das 20 maiores bilheterias do cinema nacional. Ao todo, são 42 filmes protagonizados por Renato, entre 1965 e 2017.

Na década de 1990, o programa chega ao fim e um outro dominical surge, 'A Turma do Didi', que ficou no ar entre 1998 e 2010. Já em 2017, houve a tentativa de reviver Os Trapalhões com Didi e Dedé, os únicos vivos da trupe original, interagindo com um novo elenco formado por Lucas Veloso, Bruno Gissoni, Mumuzinho e Gui Santana. A empreitada rendeu uma única temporada de dez episódios.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias