FESTIVAL

Novo filtro do Oceanos

Valentine Herold
Valentine Herold
Publicado em 26/08/2020 às 6:00
Leitura:

Um dos principais festivais de música de Pernambuco, o No Ar Coquetel Molotov anunciou ontem que a nova edição vai acontecer de 11 a 23 de janeiro de 2021, em modelo virtual e inovador. O festival trará uma nova grade de propostas e experimentação e entretenimento. A ideia é a criação de um formato imersivo e sensorial híbrido, onde dinâmicas virtuais unirão música, arte, mundo 3D, workshops, mentorias, oficinas e uma série com shows inéditos de mais de 20 artistas nacionais e internacionais.

A 17º edição chega após o bem-sucedido Coquetel Molotov.EXE. "Em agosto conseguimos juntar cerca de 10 mil pessoas para experimentar um formato inédito, o Coquetel Molotov.EXE, que nos rendeu a indicação para Prêmio Inovação na Web pelo WME Awards e a capacidade de multiplicar ainda mais as nossas possibilidades", conta a produtora Ana Garcia.

O festival vai criar uma série conceitual gravada entre elementos naturais como a vegetação, as montanhas, o som dos animais, o açude do espaço Criatório, estúdio de gravação e ateliê localizado em Gravatá. Benke Ferraz, produtor e guitarrista do Boogarins, é quem assina direção musical da série que tem produção audiovisual da Bateu Castelo e gravação de áudio pela Fábrica Estúdios.

Com uma curadoria voltada para cenas artísticas pernambucanas, o Coquetel Molotov também aposta em uma convocatória que irá promover mentorias para carreiras artísticas em início de construção.

O objetivo é impulsionar o cenário independente de Pernambuco, através de um edital próprio, onde os novos artistas terão a oportunidade de se inscrever para capacitações envolvendo produção musical, oportunidades de visibilidade e inserção no mercado com instrutores como Ana Morena (Festival DoSol), Benke Ferraz (Boogarins), Marina Amano (Listo Music) e Mazili Benning (PE Squad).

Comentários

Últimas notícias