Patrimônio

Fundarpe inicia processo de tombamento da Igreja submersa de Petrolândia

Igreja do Sagrado Coração de Jesus é um dos grandes pontos turísticos do Vale do São Francisco pernambucano

JC
JC
Publicado em 15/01/2021 às 11:35
EDUARDO ALCÂNTARA/DIVULGAÇÃO
Igreja do Sagrado Coração de Jesus, em Petrolândia, foi inundada durante a construção de uma hidrelétrica - FOTO: EDUARDO ALCÂNTARA/DIVULGAÇÃO
Leitura:

A Fundarpe acatou o pedido de tombamento da Igreja do Sagrado Coração de Jesus, em Petrolândia, no Sertão pernambucano. As ruínas da edificação, que foi inundada em 1987 em razão da construção da Usina Hidrelétrica Luiz Gonzaga, são atualmente um dos principais pontos turísticos do Vale do São Francisco e guardam um valor histórico para a região.

Com o início do processo de tombamento, o local já passa a ser parte da lista de espaços preservados e não pode mais sofrer alterações ou destruição em sua estrutura. O próximo passo burocrático será a realização de um levantamento detalhado, realizado pela Gerência de Patrimônio Cultural da Fundarpe, que irá buscar informações da edificação (fotos, plantas, publicações, documentos, entre outros registros) para fundamentar o parecer técnico a ser apresentado ao Conselho Estadual de Preservação Cultural. Também faz parte do processo a notificação do proprietário da igreja, que é a Chesf. Não há prazo determinado para a finalização da avaliação. 

 
 
 
Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Bhaskar (@bhaskar)

A decisão de acatar o pedido de tombamento da estrutura está no Diário Oficial do Estado do dia 12 de janeiro. O protocolo registrado em novembro foi motivado ainda por conta de uma apresentação musical realizada no local em setembro pelo DJ Bhaskar, que gerou uma série de reclamações dos moradores, segundo justifica a Fundarpe. A ação motivou um abaixo-assinado incluído na solicitação de tombamento apresentada pelo Instituto Geográfico e Histórico de Petrolândia (IGH).

Inundação

A igreja foi inundada juntamente com toda a cidade de Petrolândia para a construção do reservatório de Itaparica, dentro do sistema da Hidrelétrica Luiz Gonzaga. Apenas a cúpula ficou visível e hoje é visitada por dezenas de pessoas, todos os dias, a bordo de embarcações turísticas. A construção, iniciada em 1940, jamais chegou a ser concluída e o que pode ser visto hoje são as ruínas de sua obra. Toda a população do município foi transferida para uma outra área, onde foi construída uma cidade planejada, chamada oficialmente de Nova Petrolândia.

 

 
 
 
Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Bhaskar (@bhaskar)

Comentários

Últimas notícias