Online

Edição digital do Feteag foca na produção de artes cênicas de Pernambuco

Festival, que comemora 40 anos, inicia nova etapa no campo virtual, nesta segunda-feira (12)

Márcio Bastos
Márcio Bastos
Publicado em 12/04/2021 às 18:13
DIVULGAÇÃO
'C(h)ancela 24', de Elison, abre a programação do Feteag Digital - FOTO: DIVULGAÇÃO
Leitura:

O Festival de Teatro do Agreste de Pernambuco (Feteag) completa 40 anos em 2021 e, por conta das restrições provocadas pela pandemia do novo coronavírus, optou pelo modelo digital para realizar sua nova edição. De 12 a 18 de abril, o Feteag Digital exibe obras de criadores pernambucanos ou que desenvolvem seus trabalhos no Estado, com transmissões gratuitas através de seu site.

A ação foi viabilizada com recursos advindos da Lei Aldir Blanc e conta com uma mostra de vídeos que será apresentada em duas etapas, mas ambas focadas na produção artística pernambucana. A primeira, “Cenas curtas”, é composta exclusivamente por produções das cidades de Caruaru, Petrolina, Olinda e Recife, e será exibida de 12 a 15 de abril, às 20h, e, excepcionalmente, no dia 16, às 19h. Após cada apresentação haverá um bate papo com os/as artistas envolvidos/as, mediado pelo ator/performer Mayk Moura.

Nesta primeira etapa, são exibidos, por ordem de dia, a partir da segunda-feira (12): C(h)ancela 24, de Elilson; (re)corte Poeta Preto, de Rosberg Adonay; Desatar, de Gabriela Holanda; Para não Dançar em Segredo, de André Vitor Brandão; e Antílope, de Flávia Pinheiro.

A segunda mostra, “Do corte ao brilho”, é uma exibição de vídeos produzidos durante a oficina homônima, oferecida no período de 8 a 19 de março, e ministrada pelo performer piauiense Zé Reis. Essa mostra será dividida em dois atos, nos dias 17 e 19 de abril, às 20h. O evento foi realizado totalmente de forma virtual.

Comentários

Últimas notícias