Música

Fernanda Takai e John Ulhoa, do Pato Fu, se apresentam em live

Show faz parte do projeto #CulturaEmCasa, que conta ainda com outras apresentações

Márcio Bastos
Márcio Bastos
Publicado em 10/06/2021 às 14:18
Notícia
RYO MITAMURA/DIVULGAÇÃO
Fernanda Takai e John Ulhoa tocam repertório intimista em show - FOTO: RYO MITAMURA/DIVULGAÇÃO
Leitura:

Fernanda Takai e John Ulhoa são atrações deste sábado, 12 e junho, do Festival #CulturaEmCasa. O evento gratuito, promovido pelo Sesc SP, conta também com shows do cantor de queernejo Gabeu e o espetáculo Paixões da Alma, baseado na obra do filósofo francês René Descartes.

O cantor Gabeu se apresenta nesta sexta-feira (11), às 21h30. Filho de Solimões (da dupla Rionegro e Solimões), Gabeu descreve seu estilo musical como mistura do pop com suas raízes. O cantor usa o termo queernejo e prepara o lançamento de seu primeiro álbum sertanejo queer, valorizando as narrativas em que questiona a heteronormatividade.

No sábado (12), no mesmo horário, é a vez Pato Fu com Fernanda Takai e John Ulhoa. Neste show especial para o evento, o casal apresenta repertório do Pato Fu em formato intimista. A banda, que completa 30 anos em 2022, está celebrando sua discografia ao longo deste ano.

Nesta live Fernanda e John tocarão ao menos uma canção de cada álbum autoral já lançado. O repertório contará com canções queridas dos fãs.

No domingo (13), também às 21h30, será transmitido o espetáculo Paixões da Alma com a atriz Cláudia Missura. A peça, baseada na obra de René Descartes, concentra-se na expressividade poética de suas ideias. Cláudia Missura prepara um ensopado e dá a receita de como se proteger das paixões que atacam nossa alma. A direção é de Marcelo Romagnoli.

#CulturaEmCasa

Criada em abril do ano passado pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e com gestão da Organização Social Amigos da Arte, a plataforma já registrou 5,4 milhões de visualizações em mais de 3 mil conteúdos disponibilizados, atingindo 3.300 mil cidades e 135 países. E envolvendo 13 mil profissionais do setor.

Comentários

Últimas notícias