Streaming

Entenda como a migração do Telecine para o Globoplay vai impactar a sua assinatura

De acordo com nota enviada à imprensa, a mudança irá ocorrer até o final de 2021

Estadão Conteúdo Bruno Vinicius
Estadão Conteúdo
Bruno Vinicius
Publicado em 07/10/2021 às 11:44
Notícia
Foto: Reprodução
Telecine Play mudará para a Globoplay, unificando as plataformas de streaming - FOTO: Foto: Reprodução
Leitura:
O Telecine anunciou na noite desta quarta-feira, 6, que irá encerrar seu serviço de streaming, anteriormente chamado de Telecine Play. De acordo com nota enviada à imprensa, a mudança irá ocorrer até o final de 2021, quando o catálogo do serviço de cinema e os seus assinantes serão incorporados na plataforma de streaming da Rede Globo. Para ter acesso ao conteúdo do canal de filmes, os atuais assinantes teriam que migrar para o plano que agrega os canais pagos do Grupo Globo.
Por meio da nota, explicaram a mudança. "O Telecine passará a ofertar seu conteúdo em streaming também pelo Globoplay. A consolidação da oferta do Telecine no Globoplay visa aprimorar a experiência de usuários, além de trazer ganhos de sinergia para as operações".
No entanto, isso não significa que a união dos dois streamings resultará em uma única assinatura. De acordo com a empresa, o serviço do Telecine será incorporado como um canal - nome dado ao streaming dentro do streaming, com Premiere e o Combate, com conteúdo esportivo. No Amazon Prime Video, existem canais como Paramount+ e MGM.
Além disso, o Telecine confirma que não será preciso pagar a assinatura do Globoplay para usar o serviço do novo canal. O usuário pode apenas acessar o streaming da Rede Globo e, depois, entrar com sua assinatura no canal de filmes. Já quem é assinante Globoplay não terá acesso automático ao catálogo de filmes, precisando ter a assinatura do novo Telecine.
Até o momento, as duas empresas não anunciaram valores ou possíveis pacotes de assinatura conjunta. Atualmente, é possível assinar as duas plataformas em conjunto em um pacote que sai por um valor de R$ 49,90 ao mês. Enquanto isso, o Globoplay custa a partir de R$ 22,90 enquanto o streaming do Telecine sai por um valor mensal de R$ 37,90.

Mercado

Essa movimentação de Telecine e Globoplay acontece, justamente, em um momento que o mercado começa ver a concorrência ficar ainda mais acirrada. Além dessas duas opções, os brasileiros podem assinar serviços como Netflix, HBO Max, Star+, Amazon Prime Video, MUBI, Paramount+, Disney+ e Starzplay - além de gratuitos, como Pluto TV e NetMovies.
Vale lembrar, também, que o Telecine é uma joint-venture do Grupo Globo com estúdios de Hollywood como MGM, Universal, Paramount e 20th Century Studios, além de ter parcerias fixas de conteúdo com a Warner Bros Pictures. Em um momento em que empresas passam a ter seus próprios serviços, é esperada a concentração de esforços de empresas.
Nos últimos meses, para compensar o conteúdo que agora vai para serviços como HBO Max e Star+, o Telecine passou a apostar em filmes inéditos ou lançados recentemente em TVOD - sistema de compra ou aluguel de filmes, sem assinatura. Títulos como Na Mira do Perigo, com Liam Neeson, e Difícil de Matar, com Bruce Willis, chegaram com esse sistema.
Por fim, vale lembrar que os canais por assinatura, até o momento, não sofrerão alterações.
 

Últimas notícias