MÚSICA

Dia do Evangélico: Projeto quer desmistificar estereótipos ligados à música gospel

"Somos Um" foi lançado pela Sony Music e aborda de forma aprofundada os estilos mais populares do gênero musical

Emannuel Bento
Emannuel Bento
Publicado em 30/11/2021 às 15:15
Notícia
Bobby Fabisak/JC Imagem
Aline Barros entoando seus maiores sucessos durante show - FOTO: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

Visando explorar a pluralidade da música gospel e quebrar os estereótipos ligados ao gênero, o projeto "Somos Um" foi lançado no final de outubro pela Sony Music. A primeira frase trouxe uma websérie dividida em três episódios de cinco minutos, que apresentava de forma aprofundada e em formato documental sobre os três estilos mais populares do gênero gospel: o POP, o pentecostal e a adoração.

Agora, a iniciativa entra em sua segunda fase com depoimentos de cristãos anônimos, como forma de desmistificar os estereótipos ligados ao gospel, muita vez descrito como um estilo musical único e ouvido por um grupo específico da sociedade. Os vídeos estão disponíveis no canal "Filtr Gospel" do YouTube.

O projeto criou uma página em que as pessoas interessadas podem se cadastrar, receber as novidades e lançamentos ligados à iniciativa em primeira mão: www.somosumproposito.com.br/.

De acordo com a comunicação da Sony, ainda será promovida uma live solidária com os artistas participantes do projeto para arrecadar doações para projetos missionários apoiados pelos artistas.

A ação conta com participação de vários artistas e personalidades influentes no cenário cristão brasileiro atual, como os cantores Leonardo Gonçalves, Aline Barros, Damares e Weslei Santos, o produtor musical Johnny Essi, o diretor artístico da Sony Music, Mauricio Soares, além de apoio das digital influencers Jey Reis, Farkile, Gabriela Costa, Jordana Vucetic e Patrícia Ramos. A base do projeto está no texto de Efésios 4:4 - "Há um só corpo e um só Espírito, como também fostes chamados em uma só esperança da vossa vocação".

Crescimento do gospel

A música gospel vem crescendo nos últimos anos e a sua consolidação no mercado fonográfico também agrega aqueles que não fazem parte da chamada "comunidade cristã". Dados divulgados pelo Google mostraram que a busca por termos ligados à música cristã cresceu mais de 200% durante o período de isolamento social.

Segundo dados fornecidos pela Deezer, a playlist Top 50 Gospel, principal do gênero na plataforma, cresceu 23% em reproduções e 11% em ouvintes desde fevereiro. No Spotify, a música gospel já apresentava rápida ascensão antes mesmo da pandemia. Em 2019, o estilo cresceu 44% em número de ouvintes, percentual menor apenas que o da música sertaneja.

Apesar do crescimento, os diferentes estilos presentes no gênero gospel ainda esbarram na visão mais generalizada dos consumidores. "O "Somos Um" reforça que independente do estilo, o propósito é um só: adorar a Deus e convida a todos para essa experiência", reforça a comunicação do projeto.

 

Comentários

Últimas notícias