discos

Juvenil Silva lança EP dispensando as plataformas digitais

Músico vai na contramão do mercado, na venda do disco sem atravessador

José Teles
José Teles
Publicado em 01/06/2020 às 14:40
Notícia
Raíssa Vila Nova
Juvenil Silva, disco offline - FOTO: Raíssa Vila Nova
Leitura:

“Não vai ter disco! Não vai ter likes, nem views, nem compartilhamento das canções. Não vai ter tapinhas nas costas virtuais, nem falsidade. Não vai ter resenha, matéria, nem nada. Vai ter tática de sobrevivência artística! Vai ter Isolamento Acústico, mas só pra quem realmente considera e chega junto de verdade”. Anunciado quase como um manifesto, o EP Isolamento Acústico, de Juvenil Silva, está disponível a partir de hoje, mas não liberado abertamente nas plataformas digitais.
As seis canções do EP, durante este período de quarentena serão enviadas a quem realizar um depósito, em qualquer valor numa conta pessoa jurídica que o artista abriu na Caixa Econômica. “Spotfy não bota nem um galeto aqui em casa. Com esta ação em uma semana acho que arrecado mais do que o Spotfy me passou em anos. A galera está muito iludida, fascinada, visualizações, likes, views, bafafás, a arte fica em segundo plano, e também a sustentabilidade. A maioria dos artistas que conheço no Recife ou trabalha em outra coisa, ou é filhinho de papai. Eu não sou, e vivo só de música”, esclarece Juvenil.
Isolamento Acústico foi lançado offline, não será, como foi ressaltado, encontrado nas plataformas digitais de música para streaming: “Não entregarei a obra de bandeja nas plataformas digitais para o banquete gratuito dos consumidores de arte. Infelizmente, isso alimenta apenas meu ego, e eu vou seguindo cada vez mais de mãos e barriga vazia. As redes sociais têm sido uma alternativa para manter contato com o público, mas ainda não é sustentável para os artistas independentes”, comenta.
Ao contrário do que fez até agora em seus discos, Juvenil Silva não assina sozinho letra e melodias das canções. A meia dúzia de faixas de Isolamento acústico foram compostas todas com parceiros, com os quais Juvenil trocou ideias, letras e músicas desde o início do confinamento ”Aproveitei o fato deste disco não ser, digamos oficial, e gravei parcerias, coisas que podem ser difíceis de encaixar em meus discos mesmo. Também pela ideia de aproximar mais pessoas de um projeto já tão solitário, onde tive que fazer quase tudo só. As parcerias fortalecem”, pondera o músico, surgido na década passada com uma turma de autores e intérpretes auto-intitulada Cena Beto, que não chegou a ser um movimento, mas serviu para chamar atenção para seus integrantes. E Juvenil Silva é um dos mais atuantes desde então.
DISCO
As canções do EP são assinadas com músicos de gerações e regiões diferentes. O Gaúcho Wander Wildner é parceiro em Carta a um Amigo. A faixa Dias Impossíveis foi composta com Seu Pereira, músico de João de Pessoa. Também da Paraíba é o parceiro Totonho, que divide O Céu Caiu com Juvenil Silva. Joe Silhueta, de Brasília co-assina Objeto Afetivo. De Pernambuco, Negro Bento é parceiro em Noites Sem Futuro, e José Juva escreveu a letra de Podem Me Deixar.
Isolamento Acústico é um disco que se incorpora à trilha do confinamento. Evitando o marabalismo tecnológico da conexão com amigos para gravar as canções do EP (que se antecipa ao álbum que ele vinha gravando), Juvenil Silva fez tudo em casa, dentro das suas possibilidades, ou como ele esclarece: “Decidi encarar e explorar minhas limitações: minha voz, meus dedilhados desconexos num violão de aço... às vezes, folk; às vezes, nem tanto. São canções psicodélicas e apocalípticas”. Tonho Nolasco assina a mixagem e a masterização.
A sonoridade remete ao rock rural dos anos 70, com canções curtas, e de melodias acessíveis, com Juvenil cantando, e encarregando-se dos violões e baixo. Assumidamente admirador da música de Raul Seixas, Sérgio Sampaio, estão também nestas músicas alguma coisa de Flaviola e Phetus (Lailson, Paulo Rafael e Zé da Flauta), e em Podem me Deixar, a letra mais viajada do EP (de José Juva). A crítica à vida ideal que as pessoas criam nas redes sociais, é o tema de Carta a um Amigo. Nestas e nas outras canções, Juvenil Silva transforma solidão e ansiedade em estilo.
Para adquirir o EP basta entrar em contato com Juvenil Silva no Instagram ou na sua página do Facebook. Isolamento acústico será enviado por email, com todo seu conteúdo, além das música, um encarte com letras, cifras e ficha técnica. Os links: https://www.instagram.com/juvenil_silva/ e https://www.facebook.com/juvenil.silva.3


 

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias