Memória

Renato Barros, ídolo da Jovem Guarda, era tão ligado ao Recife que cortava cabelo aqui

Ele este à frente do Renato e seus Blue Caps desde 1959, um dos mais antigos grupos de rock em atividade no mundo

José Teles
José Teles
Publicado em 28/07/2020 às 14:48
Contexto

Reprodução Facebook Erika Barros
Renato Barros, lenda rock brasileiro - FOTO: Reprodução Facebook Erika Barros
Leitura:

O músico Renato Barros faleceu, na manhã desta terça-feira, no Hospital das Clínicas de Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio. Ele iria completar 77 anos em setembro. Renato foi vocalista, guitarrista e compositor, do grupo Renato e seus Blue Caps, que fundou com os irmãos Ed Wilson e Paulo Sérgio Barros em 1959, no bairro da Piedade, Zona Norte carioca. O músico se submete a uma delicada operação da aorta, que durou sete horas, na semana passada, apresentou melhoras logo depois da cirurgia, mas seu estado piorou no final da semana, quando surgiram complicações pulmonares.

No primórdios do rock brasileiro, formar um conjunto era o sonho de todo garoto suburbano. Os três irmãos Barros, mais os vizinhos Gelson e Euclides de Paula, passaram a tocar ainda adolescentes. Na primeira apresentação no programa Hoje É Dia de Rock, de Jair de Taumaturgo, na TV Rio, ainda não tinham batizado o conjunto. O apresentador perguntou de onde eram. Quando lhe disseram o nome do bairro. Ele passou a chamá-los de Os Bacaninhas da Piedade. Que durou muito pouco. Acabaram tomando emprestado o nome do grupo do roqueiro americana Gene Vincent, os Blue Caps.

Renato e seus Blue Caps, que chegou a ter Erasmo Carlos nos vocais, foi contratado para o programa Jovem Guarda da TV Record, e tornou-se o mais popular da era do iê-iê-iê, principalmente pela versões de canções dos Beatles. Muitos dos discos de Roberto Carlos nos anos 60 tem acompanhamento de Renato e seus Blue Caps, e composições de Renato Barros. Com mudanças na formação, o grupo continuou estrada todos esses anos. No Nordeste, tinha como base o Recife. Eram tão frequentes as vindas banda á cidade, que era aqui que Renato Barros cortava o cabelo.

Renato Barros só interrompeu as viagens pelo Brasil afora quando foi obrigado a permanecer em quarentena. O Renato e seus Blue Caps foi obrigado a cancelar vários shows. Deixada a agenda em aberto. O próximo show estava marcado para 12 de setembro em Caxias do Sul (RS). Em outubro de 2019, foi publicada a biografia Renato Barros: Um Mito, Uma Lenda”, pela escritora paulista Lucinha Zanetti.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias