Secretaria de Cultura

De Malhação à Secretaria de Cultura: quem é Mario Frias, nome cotado para vaga de Regina Duarte

Ator e apresentador foi convidado, nesta quarta-feira (20), para assumir a Secretaria Especial de Cultura

Bruna Oliveira
Cadastrado por
Bruna Oliveira
Publicado em 20/05/2020 às 14:21 | Atualizado em 20/05/2020 às 15:13
REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
Mario Frias assumiu a Secretaria Especial de Cultura - FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
Leitura:

O ator e apresentador Mario Frias foi convidado oficialmente por Bolsonaro, nesta quarta-feira (20), para assumir a Secretaria Especial de Cultura no lugar da também atriz Regina Duarte, que foi retirada do cargo para assumir a Cinemateca, em São Paulo. Ele ainda não respondeu se aceita ou não o convite.

Tendo em seu currículo personagens em Malhação e Senhora do Destino, dramaturgias da TV Globo, Mario participou, nessa terça-feira (19), de um almoço ao lado de Bolsonaro com os presidentes dos times de futebol Flamengo e Vasco para discutir a volta dos campeonatos de futebol em meio à pandemia do novo coronavírus.

Quando Regina Duarte assumiu a Secretaria, Mario foi um dos poucos artistas que compareceram à posse dela e fez elogios à atriz em uma publicação no Instagram na época.

"Se existe uma pessoa que mereça estar em um cargo de tamanha importância, essa é a Regina Duarte! Mulher corajosa e do bem! Ela tem um feeling poderoso, anteviu tudo o que viria acontecer com o Brasil sob a catastrófica passagem do lulopetismo. Ela, sozinha, anunciou sua preocupação e estava certa. Agora ela tem a nós! E a apoiaremos na esperança de ela unificar forças pela Cultura de nosso amado país!", escreveu o ator na publicação do dia 4 de março.



Em entrevista concedida à CNN Brasil no dia 6 de maio, ocasião em que ele foi apontado como um dos possíveis substitutos de Regina Duarte à frente da Secretaria Especial de Cultura, Mario Frias afirmou que aceitaria o cargo, se preciso, e se colocou à disposição de Jair Bolsonaro.

Trabalhos na TV

Carioca, de 48 anos, Frias estreou na televisão em 1996, na série Caça-Talentos, estrelada por Angélica. Após isso, fez sucesso em Malhação. Ainda na Globo, participou de produções como as novelas Senhora do Destino, na qual teve destaque com o personagem Thomas Jefferson, um deputado corrupto, e As Filhas da Mãe, além da minissérie O Quinto dos Infernos.

Na TV Bandeirantes, participou da novela Floribella; e, na Record, de a Bela e a feia e A Terra prometida. Em 2010, se tornou apresentador no game show O último passageiro, da RedeTV!.

Em 2017 e 2018, apresentou o programa Tô de férias, da CVC, no SBT, e no ano seguinte voltou à Globo, quando participou da novela Verão 90. Seu último trabalho é o game show A Melhor Viagem, na RedeTV!. 

Repercussão no Twitter

Após o convite, o nome de Mario Frias ficou entre os assuntos mais comentados no Twitter. Muitos fizeram comparação entre ele e Regina, brincadeiras e até citaram antigos trabalhos dele na televisão.

"Não é a toa que o seu freezer sempre foi mais querido que o conde. Mario Frias entrando pra lista de artistas que envelheceram mal. Nem parece que dançava o hino comunista da Floribella...", escreveu uma usuária na rede social, fazendo referência à novela Floribella,  em que Mario Frias foi protagonista na segunda temporada ao viver o Conde Máximo e fazer par romântico com Flor, interpretado por Juliana Silveira.  Na primeira temporada da novela, no entanto, Flor viveu amor com Frederico Fritzenwalden, vivido por Roger Goubeth.

 

"Regina Duarte vazou/Mario Frias assume", publicou outro com um meme de Chico Buarque em que o cantor aparece sorrindo com a primeira afirmação e sério com a segunda.

 

Comentários

Últimas notícias