Aglomeração

Coronavírus: filas de bancos e lotéricas ainda são um problema no Grande Recife

Portas de bancos e lotéricas estão repletas de pessoas que buscam o atendimento presencial

Marília Banholzer
Marília Banholzer
Publicado em 25/03/2020 às 11:51
Notícia
FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Pagamento em espécie na Caixa atraiu centenas de pessoas para as agências do Grande Recife na última semana - FOTO: FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Leitura:

Os serviços bancários, incluindo as casa lotéricas, são essenciais e seguem funcionando neste período de quarentena causado pela pandemia de coronavírus. No entanto, nesses locais têm se formado filas de clientes que nem sempre respeitam uma distância segura para evitar a contaminação da covid-19. A maior parcela daqueles que buscam dos serviços presenciais é formada por idosos, ainda mais a partir desta quarta-feira (25), quando foi iniciado o calendário de pagamento dos aposentados e pensionistas do INSS.

» O que é isolamento vertical, sugestão de Bolsonaro para conter coronavírus?

» Coronavírus: as divergências entre o discurso de Bolsonaro e as recomendações da OMS

» Coronavírus sem dúvidas tem letalidade maior que vírus da gripe, diz diretor da OMS

Os grupos de risco estão sendo atendidos de forma prioritária, das 9h às 10h, antes do horário de atendimento do público geral, que desde esta terça-feira (24) passou a ser reduzido: das 10h às 14h. Mesmo assim, as agências bancárias estão limitando a entrada de pessoas nas agências e aos terminais eletrônicos. Este limitador explica as filas que ficam do lado de fora, tomando os estacionamentos.

FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Idosos estão tendo atendimento prioritário entre 9h e 10h, antes do público em geral - FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM

Do lado de fora, bancários tentam esclarecer a população nas filas que são estão sendo atendidos os clientes sem cartão ou que precisem resolver questões essenciais. O aposentado Carlos Fernando Aguiar, 72 anos, saiu de casa nesta quarta-feira (25) para buscar o seu cartão de saque. "Faz dois meses que para receber tenho que ir para a fila. Hoje vim buscar para poder ir só até o caixa eletrônico e não precisar entrar na agência e me expor", comentou.

O também aposentado Alberto Aguiar, 69 anos, buscou atendimento bancário por ter bloqueado a senha do seu cartão. De máscara, ele foi à uma unidade e precisou enfrentar fila para resolver sua demanda. "Estou tentando tomar uma certa distância para tomar mais cuidados, mas o povo ainda fica muito junto. Vim meio preocupado, mas vim. É complicado", relatou.

Nas casa lotéricas também é possível flagrar longas filas, mas os profissionais têm orientado que os clientes fiquem a uma distância de pelo menos um metro um do outro. Com um fluxo menor do que o das agências bancárias, a medida de proteção tem sido cumprida. O aposentado Hélio Feitosa, 72 anos, foi a uma lotérica para pagar contas e se mostrou confortável com o distanciamento na fila. "Tenho saído pouco de casa, mas chegou a data de vencimento das contas e tive que vir. Pelo menos aqui as pessoas não estão todas juntinhas", comentou.

Febraban pede que bancos sejam evitados

A recomendação da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), divulgada nesta terça-feira (24), é de que clientes e usuários do setor bancário que atendam às orientações das autoridades sanitárias, evitem se deslocar para as agências bancárias e deem preferência para usar produtos e serviços dos bancos pelos canais digitais destinados à população.

"Por meio do celular e internet, os usuários podem fazer, com segurança, agendamento e pagamento de contas, consulta de saldos e extratos, transferências financeiras, contratação de serviços e empréstimos, entre outros serviços. Nos aplicativos e internet banking, os clientes poderão encontrar ferramentas úteis para todas as necessidades, além de ter acesso a comunicados e canais de atendimento", diz a nota divulgada.

Atualmente, Pernambuco conta com 400 agências bancárias com mais de 10 mil funcionários. Somente no Recife há 5.500 bancárias, segundo do Sindicato dos Bancários no Estado.

Veja a evolução da pandemia do coronavírus em Pernambuco

FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
O calendário do INSS continua correndo normalmente, e a partir desta quarta-feira (25) começou mais uma rodada de pagamentos do benefício, independente da pandemia de coronavírus. - FOTO:FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
O auxílio emergencial começará a ser sacado em dinheiro no próximo dia 27 - FOTO:FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
O calendário do INSS continua correndo normalmente, e a partir desta quarta-feira (25) começou mais uma rodada de pagamentos do benefício, independente da pandemia de coronavírus. - FOTO:FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias